Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Secretaria de Saúde emite nota sobre redução de medicamento para HIV

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Algumas pessoas entraram em contato com a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar para denunciar o fracionamento de alguns medicamentos que são usados por pacientes portadores do vírus HIV em Parauapebas.

A reportagem entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, que por sua vez, nos enviou uma nota de esclarecimento, confira abaixo:


“A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Direção de Vigilância em Saúde, do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e do Serviço de Assistência Especializada (SAE), informam à população que o desabastecimento de medicamento antirretrovirais (ARV), destinado a pacientes portadores do vírus HIV, não é de responsabilidade da secretaria e do governo municipal. A obrigação desse serviço recai sobre o Governo Federal, junto ao Ministério da Saúde (MS).

Segundo a coordenação Estadual de DST/AIDS, a previsão para normalização de estoque dos medicamentos é agosto deste ano. Enquanto isso, a quantidade a ser dispensada aos pacientes está sendo fracionada a fim de evitar o desabastecimento local.

A Semsa espera que a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e o Ministério da Saúde consigam regularizar a situação em breve. Atualmente, o CTA/SAE de Parauapebas distribui medicação para 450 pacientes/mês que estão em tratamento para HIV/AIDS.

O governo municipal conta com a compreensão e colaboração de todos. A Semsa está à disposição para qualquer tipo de esclarecimento”.

Publicidade

Veja
Também