Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Secretário de Saúde visita obras da UBS Rio Verde e Cidade Jardim

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O secretário de Saúde, Gilberto Laranjeiras, visitou, na tarde desta terça-feira, 04, as obras da futura Unidade Básica de Saúde do Bairro Rio Verde e do Bairro Cidade Jardim. Durante a visita, o gestor estava acompanhado da diretora administrativa da SEMSA, Grazielly Caetano de Oliveira e do engenheiro da SEMOB, Luís Gustavo C. da Silva.

O secretário de saúde, Gilberto Laranjeiras ressalta que a construção das duas UBSs fazem parte do foco da saúde de Parauapebas, que é a prevenção. “Observamos que estes dois bairros, bastante populosos, necessitam há muito tempo da construção de Unidades Básicas de Saúde. Foi feito um levantamento de urgência e por meio da atuação política do nosso prefeito Darci Lermen, conseguimos essa vitória”, enfatizou o gestor.


A frente da pasta da saúde desde maio de 2019, o secretário dá ênfase a importância de mais duas UBS para o Município. “No início deste ano entregamos para a população do Complexo da VS10 uma Unidade diferenciada, atendendo aproximadamente 17 mil pessoas ao mês, contemplando 32 bairros e mais três assentamentos que compões o Complexo. Agora, seguimos com o dever de trabalhar em prol da melhoria diária da saúde de Parauapebas, e mesmo passando por um momento difícil que o mundo vive tendo que enfrentar uma pandemia, não deixamos nosso compromisso de lado. As obras seguem em um ritmo acelerado e  estamos dando seguimento aquilo que projetamos, investindo em saúde para nossa cidade”.

O valor de cada uma das UBSs ficará na casa dos R$ 2 milhões. Parte do recurso é verba federal liberada por meio de emendas parlamentares e a outra contrapartida municipal.

As obras das UBSs seguem conforme padrão do Ministério da Saúde e já estão bem adiantadas, conforme o cronograma, sua previsão de entrega está previsto para fevereiro de 2021. Cada uma comportará quatro equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) que atenderão 16 mil pessoas, em cada um dos bairros.

Publicidade

Veja
Também