Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Servidores da educação municipal protestam na Câmara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após um dia de protestos na Prefeitura Municipal de Parauapebas, onde acamparam por toda a noite, servidores da educação pública municipal de Parauapebas realizam manifestação na manhã desta terça-feira (19) na porta da Câmara Municipal de Parauapebas.

O ato pacífico tem como objetivo, entre outras pautas, o rateio de recursos que, segundo a coordenação do SINTEPP – Sindicato dos trabalhadores em Educação Pública do Pará (subsede Parauapebas) está disponível na conta da prefeitura desde o dia 8 deste mês.


O pagamento da rescisão e décimo terceiro salários de servidores cujos contratos foram rescindidos em novembro do ano passado, é outra cobrança da categoria; além do envio à Câmara Municipal para votação do PCCR – Planos de Cargo, Carreira e Remuneração; e o processo de eleição para diretores das escolas. “Ontem fomos recebidos por uma equipe do Governo Municipal, mas depois de um dia inteiro de discussões não chegamos a uma decisão concreta”, afirmou Raimundo Moura, detalhando que por isso está havendo mais um dia de paralisação nas escolas públicas municipais.

Ainda de acordo com o coordenador, não está descartada a deflagração de greve.

 

Nota da Secretaria Municipal de Educação

“Em relação as exigências do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – Subsede Parauapebas (Sintepp), a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) esclarece que:
A gestão municipal não se opôs a nenhuma das solicitações feitas pelo Sintepp, no entanto, aguarda o posicionamento do Tribunal de Contas do Município (TCM) para aprovar o rateio do Precatório entre os servidores da Educação. Vale ressaltar que a Prefeitura já se comprometeu em repassar ainda este ano o montante de R$ 10 milhões a esses profissionais, valor limite que respeita a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Em relação às eleições diretas para o cargo de diretor das escolas da rede municipal, a Semed informa que o Projeto de Lei já foi concluído e deverá ser encaminhado à Câmara Municipal de Parauapebas (CMP) nesta terça-feira, 19.
Já está sendo realizado um estudo para efetivar o pagamento das rescisões dos funcionários distratados em 2016, o que deve acontecer em breve. Uma revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) também está em andamento e uma proposta deverá ser apresentada nas próximas rodadas de negociação com a categoria.
A Prefeitura reforça que se mantém aberta ao diálogo com seus servidores e com o Sindicato”.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também