Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

“Taquei fogo nele com moto e tudo”, diz homem que matou mototaxista em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Civil do Estado do Pará por meio da Delegacia de Polícia de Tucumã cumpriu mandado de prisão preventiva em face de Danilo Saldanha Soares.

De acordo com informações das autoridades policiais, Danilo é membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e é responsável por inúmeros roubos nas cidades de Tucumã e Ourilândia do Norte. Inclusive, de acordo com as investigações, é um dos autores do assalto a um posto de combustível ocorrido no mês de fevereiro no município de Tucumã.


Danilo também possui mandado de prisão preventiva em decorrência de homicídio qualificado ocorrido no município de Parauapebas. Na ocasião, de acordo com a polícia, ele ateou fogo no corpo da vítima, como foi noticiado AQUI no Portal Pebinha de Açúcar.

Maurivan Coimbra de Sousa – Vítima fatal

 

Equipe que participou da operação que prendeu Danilo em Tucumã: Delegado Raphael Machado, IPCs Vasconcelos, Moreira e Douglas Xavier.

Danilo concedeu entrevista para uma equipe de reportagem de uma emissora de Tucumã. Na oportunidade, ele disse que quando matou o mototaxista em Parauapebas estava em sã consciência. “O cara veio me tirar, era ‘Jack Estuprador’. Eu estava bebendo no bar e ele chegou querendo embaçar com uma mulher que estava com uma criança no colo, aí já não deu certo, eu falei para ele sair fora, ele veio me tirar, o sangue ferveu e foi sal. Amarrei ele na moto, arrastei e toquei fogo com moto e tudo. Deitei a moto por cima dele, abri o tanque da moto, a gasolina derramou e toquei fogo”, descreveu friamente Danilo.

Perguntado pelo profissional de imprensa se ele se arrependeu do crime, Danilo relatou: “De ‘Jack’ não tenho remorso. Se fosse um pai de família ou uma pessoa trabalhadora, teria”.

Publicidade

Veja
Também