Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

TEM NOVAS VAGAS, CORRE! Assopem atualiza oportunidades da Vale; veja onde se cadastrar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Associação Paraense de Engenheiros de Minas (Assopem) atualizou o listão de vagas da mineradora multinacional Vale no Pará e no Brasil. Parauapebas, sede do Projeto Ferro Carajás, na Serra Norte, e maior produtor de minério de ferro de alto teor do mundo, ganhou duas novas oportunidades cadastradas ontem (23): uma de soldador e outra de vulcanizador. Em Nova Lima (MG), houve incremento de um emprego para engenheiro de minas, nível máster.

Para concorrer às vagas, o candidato precisa inscrever-se aqui: https://globalhrpub.valeglobal.net/…/HRS_HRAM.HRS_APP_SCHJO…&.


A Vale é a maior exportadora do país e vestir seu uniforme, de camisa verde-cana, é sonho de muitos candidatos a emprego, tenham estes ou não intimidade com a mundo mineral.

ASSOPEM NÃO CONTRATA, SÓ DIVULGA VAGAS

O presidente da Assopem, Artur Alves, orienta os candidatos a emprego a acompanhar as publicações da entidade, já que a cada dia uma novidade sobre o setor mineral é divulgada. Por outro lado, Alves lembra que a Assopem não faz contratação direta, apenas divulga oportunidades coletadas por meio do radar da entidade. “Infelizmente não adianta o candidato nos mandar currículo no privado. Não temos como fazer engajamento de trabalhadores junto às empresas, mesmo porque as grandes mineradoras têm canais específicos por meio de RH especializado em recrutamento de pessoal”, explica, impressionado com a avalanche de currículos que a Assopem recebeu esta semana. Mais de 100 currículos foram disparados no “PV” da Associação após a divulgação das oportunidades na Vale.

“Do Oiapoque ao Chuí, muita gente procurou a Assopem atrás de emprego, o que demonstra claramente a situação crítica por que passa o país. Muitos currículos de pessoas de Goiás, da Bahia, do Piauí, de São Paulo. São engenheiros e técnicos de diversas áreas, pessoas até que nada têm a ver com o setor mineral e só querem uma oportunidade. Lamentavelmente, não temos condições de atender”, revela Alves, comovido.

Essa procura demonstra, ainda assim, o alcance das publicações da Assopem, que é acompanhada por muita gente dentro e fora do Pará. A página da entidade, que caminha para 5.000 seguidores, tem público diversificado e crescente. E bastante estimado pela Associação.

 

Fonte: Assopem

Publicidade

Veja
Também