URGENTE: Governador do Pará anuncia “toque de recolher” por sete dias das 22h00 às 5h00

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Helder Barbalho – Governador do Pará

Acompanhado de prefeitos da região metropolitana de Belém, o Governador do Estado do Pará, Helder Barbalho (MDB) anunciou na noite desta terça-feira (2) um pacote de novas medidas de combate à pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19.

A partir desta quarta-feira (3), de acordo com o líder maior do Pará, o bandeiramento de combate à Covid-19 passa a ser vermelho em todo o território estadual, e com isso, novas medidas serão determinadas a partir da atualização do Decreto Estadual que será publicada nas próximas horas no Diário Oficial do Pará.


“Elevaremos o banderamento para vermelho em todo o território paraense e iremos agir no sentido de preservar algumas atividades não essenciais, porém, em outras, se farão necessárias restrições”, destacou Helder Barbalho.

Confira abaixo as principais medidas anunciadas por Helder Barbalho durante a coletiva de imprensa:

• Proibição de aglomerações, reuniões, passeatas, carreatas e outros eventos que ultrapassem o limite máximo de 10 pessoas;

• Proibição de práticas esportivas que ultrapassem o limite de duas pessoas;

• Eventos privados estão liberados com limite máximo de até dez pessoas, com permissão de apresentação musical no limite máximo de duas pessoas;

• Bares, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar com 50% da capacidade até 18 horas;

• Venda de bebidas alcoólicas estão proibidas após às 18h00;

• Lojas de conveniências e supermercados estão proibidos de vender bebidas alcoólicas após às 18h00;

• Fica proibida a circulação de pessoas em todo o território paraense (toque de recolher) no período de 22h00 até 5h00, com exceção de profissionais de atividades essenciais, destacando saúde, segurança e pessoas que estejam necessitando circular com atendimento em saúde ou âmbito profissional

Confira abaixo a entrevista coletiva na íntegra:

0

Publicidade

veja também