Vagas para novos alunos na rede estadual de ensino continuam disponíveis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) deu início nesta quarta-feira (3) ao processo de matrículas de maneira presencial, nas unidades de ensino da rede estadual. Os pais ou responsáveis que não conseguiram inscrever seus filhos previamente, por meio da central de atendimento ou pelo site, até o dia 3 de março, têm mais uma oportunidade de garantir uma vaga para o ano letivo de 2021.

A Seduc firsa, entretanto, que algumas escolas podem não dispor de vagas em determinado ano ou série, pela prioridade das vagas se destinarem às pessoas que realizaram a inscrição de maneira não presencial. Portanto, nesta nova etapa, as vagas disponibilizadas fazem parte do saldo remanescente do primeiro processo, que encerrou na última terça-feira (2).


Este ano, 166 mil vagas foram disponibilizadas para os novos alunos, em diferentes modalidades de ensino, em todas as regiões do estado. De acordo com a Coordenadoria de Matrícula Escolar, quase 54 mil pré-matrículas foram realizadas entre os dias 14 de dezembro de 2020 a 09 de janeiro de 2021, somente de maneira não presencial.

Quem deixou para realizar a inscrição neste momento, precisa atentar às documentações necessárias para efetivar a matrícula, como: original e cópia da certidão de nascimento, da certidão de registro civil ou do RG, original e cópia do CPF e do comprovante de residência atual, duas fotos 3×4 recentes, carteira de vacinação (no caso de crianças); carteira de vacina (para os jovens) e cartão de vacina (no caso de adultos), Cadastro Único / CadÚnico – somente a cópia da folha da frente (folha resumo), além do original da ressalva ou do histórico escolar do aluno.

De acordo com a secretária adjunta de Ensino da Seduc, Regina Pantoja, é essencial que os pais ou responsáveis fiquem atentos a esse último prazo que a Seduc disponibiliza, para que os alunos não sejam prejudicados e tenham acesso aos conteúdos de aprendizagem do novo ano letivo.

“Senhores pais ou responsáveis, não percam o prazo para realizarem a matrícula dos seus filhos. O cumprimento desse prazo se faz necessário, porque nós precisamos nos organizar também, enquanto Secretaria de Estado de Educação, para receber esses novos alunos na nossa rede”, enfatizou a secretária adjunta de Ensino da Seduc, Regina Pantoja.

A coordenadora de Matrícula Escolar da Seduc, Suely Domont, fez um balanço do quantitativo de alunos que já estão inscritos para este novo ano de estudos e observou que o número tende a crescer até a finalização de todo processo.

“É importante frisar que nós ainda estamos em processo de matrícula. Nós temos até este momento 430 mil alunos, entre ingressantes (que são os novos) e os estudantes que estão sendo rematriculados. No entanto, esse não é um número finalizado, até porque o processo ainda está ocorrendo e ao final ainda teremos um número maior de matriculados”, afirmou Suely Domont.

Suely Domont ressaltou que a pandemia da Covid-19 gerou desafios nessa fase de inscrição, que é essencial para que os alunos possam ingressar na rede estadual de ensino. “Temos muitos desafios que estão sendo enfrentados neste momento de pandemia, relacionados a esse processo de matrícula, por isso nós estamos dando todo o suporte às escolas da rede estadual, para que nós possamos minimizar esses impactos e que todos esses alunos estejam matriculados e enturmados, até o início de março, que é a nossa previsão”, comentou a coordenadora de Matrícula Escolar da Seduc.

ANO LETIVO E PREVENÇÃO À COVID-19

Em decorrência do atual cenário epidemiológico do estado, o ano letivo de 2021, na rede pública estadual teve início nesta quarta-feira (3), de maneira não presencial, dando continuidade às ações do movimento “Todos em Casa Pela Educação”, que consiste em disponibilizar aulas pela TV Cultura do Pará, áudios educativos por meio do Seducast, conteúdos de aprendizagens digitais através do Para Casa, da plataforma Enem Pará, além dos cadernos de atividades estruturantes e compêndios, de maneira impressa, entre outros iniciativas.

Para quem reside na Região do Baixo Amazonas, que atualmente se encontra com bandeiramento preto (lockdown), o retorno das atividades escolares e o período de matrículas presenciais nas escolas está suspenso, por causa da atual situação que não se encontra favorável para esse retorno, bem como a prestação de serviços que possam provocar aglomerações.

Nas demais localidades, com o intuito de prevenir a propagação da Covid-19, o processo de matrícula seguirá obedecendo todos os protocolos sanitários estabelecidos pelos órgãos de saúde, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Vale ressaltar que todas as 927 escolas da rede estadual já receberam suprimentos de fundos para a instalação de pias com água e sabão, dispensação de álcool em gel, além de demarcar os ambientes escolares, para que se possa respeitar o distanciamento social entre as pessoas, dentro das unidades de ensino.

 

0

Publicidade

veja também