Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Vereador Rafael Ribeiro propõe criação de universidade municipal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Conforme dito em seu discurso de posse, o mandato de Rafael Ribeiro tem como prioridade as políticas públicas voltadas para a juventude.
E com este intuito, o recém-empossado vereador, apresentou sua primeira indicação na Câmara Municipal de Parauapebas, em sessão ordinária ocorrida na manhã de hoje, 10, terça-feira.

Trata-se da Indicação 273/2017 em que indica ao Poder Executivo, através da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), e da Secretaria de Planejamento (SEPLAN), a urgente elaboração de estudos técnicos com vistas à implantação da Universidade Municipal de Parauapebas.


Em sua justificativa, Rafael Ribeiro, cita os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dando conta de que em 2015, aproximadamente 12 mil alunos estavam cursando o ensino médio em Parauapebas. Ainda segundo os números apontados na justificativa, a população considerada jovem, entre 16 e 29 anos, ultrapassava, em 2016, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 58 mil, o que percentua quase 35% do contingente populacional de Parauapebas. “Essa considerável massa de jovens em busca do sonho do ensino superior, ao concluir o ensino médio se depara com apenas uma instituição pública de ensino regular a lhe oferecer essa oportunidade”, cita Rafael Ribeiro, apontando a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA).

 

Outras opções, segundo ele, é a UNIFESPA, que promove cursos apenas na modalidade intervalar; e a UFPA, que ministra cursos como Direito e Engenharia, este nas modalidades civil e elétrica, adquiridos pela prefeitura municipal, por valores altos, beneficiando poucos jovens que são compelidos a disputarem essas vagas com profissionais que, via de regra, já possuem mais de uma formação acadêmica, além da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que, de forma tímida, completa a rede pública de cursos superior disponibilizada para o jovem de Parauapebas. “O que presenciamos é de uma verdadeira invasão de universidades privadas, com custos inacessíveis à maioria de nossos jovens; por isso a implantação da Universidade Municipal, nesse contexto, se configura como alternativa importante para assegurar recursos públicos que venham a atender a demanda por cursos superiores de nossos jovens”, planeja Rafael Ribeiro.

A indicação foi aprovada na Câmara Municipal e agora espera o desfecho no Poder Executivo.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também