Vereadores aprovam concessão de honraria a pioneira de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na sessão ordinária desta terça-feira (24), a vereadora Joelma Leite (PL) apresentou o Projeto de Decreto Legislativo nº 29/2020 para conceder o Título de Cidadã Honorária à senhora Maria Síndima Gonçalves Pinto, pelos serviços prestados nas áreas cultural e social do município de Parauapebas.

Maria Síndima reside em Parauapebas desde 1990 e é uma das fundadoras da Liga das Escolas de Samba e Blocos de Parauapebas (Liabespr), do Projeto Social Primavera do Amanhã e do Bloco Carnavalesco Piu Piu. Foi a primeira presidente do Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente do Primavera.


Dentre todos os projetos sociais que desenvolveu no município, Síndima ainda foi, por duas vezes, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Parauapebas e coordenadora por quinze anos do Projeto Governamental Cecap, Programa Educar, Barriga Cheia e Projeto Pipa.

Participou ainda da fundação da Associação das Mulheres de Parauapebas (Asmup), do primeiro Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Primeiro Conselho Municipal de Cultura de Parauapebas, fazendo parte da Comissão do Selo Unicef.

Diante da rica trajetória desta mulher negra e ativista em Parauapebas, os vereadores aprovaram o projeto de decreto legislativo. A sessão solene para entrega da honraria ainda será marcada pela Mesa Diretora da Câmara Municipal.

 

veja também