Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Atração do níver de Curionópolis, Márcia Fellipe ostenta corpão e ‘hipnotiza’ web

A cantora amazonense Márcia Fellipe, conhecida como “a fenomenal”, chamou a atenção de seus seguidores no Instagram nesta quarta-feira (24) ao postar fotos em que exibe seu corpão em um maiô listrado. “Primeiramente, bom dia!  Segundamente, essa palavra não existe né não!? E ela? Ela não dá nem a confiança!”, postou a artista, que é mãe de três filhos: Fellipe MatheusAthos Levi David Lucas. A cantora, de 39 anos, é casada com o baterista Rod Bala.

Os seguidores da artista elogiaram suas curvas. “Mulher, que corpo é esse? Me ensina”, escreveu a modelo Julia Schiavi, ex-namorada de Nego do Borel. “Um corpo é um corpo!”, escreveu outra fã. “Que corpão, hein! Maravilhosa!”, elogiou uma terceira internauta.

 

Atualmente, sua música de trabalho é “Quem me dera”, uma parceria com o cantor Jerry Smith, que já tem mais de 210 milhões de visualizações no YouTube.

A forrozeira que está estourada em todo o Brasil é atração confirmada nas programações de 31 anos do município de Curionópolis, no sudeste paraense.

Márcia Fellipe (Foto: Reprodução/Instagram)

Márcia Fellipe (Foto: Reprodução/Instagram)

Márcia Fellipe (Foto: Reprodução/Instagram)

Márcia Fellipe (Foto: Reprodução/Instagram)

Saiba tudo sobre a “síndrome mão-pé-boca” e como prevenir e cuidar da doença

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) fez um novo alerta sobre o registro de casos da síndrome mão-pé-boca no Estado, uma doença cujo o risco deve ser acompanhado o ano inteiro na região. Secretarias municipais de saúde, médicos, enfermeiros e a população em geral são chamados a dar atenção redobrada aos sintomas e aos cuidados com a doença – que atinge na maioria dos casos crianças e pode ter sintomas confundidos com gripes e cataporas, mas pode levar até a morte em casos mais graves. Confira tudo que você precisa saber para se prevenir e cuidar da sua família.

O QUE É A DOENÇA?

  • A síndrome mão-pé-boca é uma virose que começa com febre alta por um ou dois dias, seguida por inchaços e dolorosas bolhas vermelhas com pintas brancas na garganta, língua, gengiva, palmas das mãos e solas dos pés. Em alguns casos podem afetar nádegas e genitais. Geralmente afeta crianças.
Cuidado com recém-nascidos é importante: metade não tem sintomas (Ary Souza / Arquivo O Liberal)

O QUE CAUSA O MAL?

  • É a contaminação pelo pelo vírus Coxsackie, um vírus da família Picornaviridae;
  • O vírus Coxsackie habita normalmente o sistema digestivo, e é responsável por aftas na mucosa da boca;
  • Esse vírus está dividido em pelo menos dois grandes grupos com 29 subtipos;
  • No grupo A, são 23 subtipos desse vírus: ele infecta pele, boca, unhas ou olhos;
  • No grupo B, onde estão os mais perigosos, são 6 subtipos de Coxsackievirus: podem infectar coração, pleura, pâncreas ou fígado;
  • Em todos grupos o Coxsackievirus pode causar irritação cutâneas, febre, meningite e herpangina (bolhas no fundo da garganta, no céu da boca, na úvula, a “campainha” da garganta, e nas amigdalas);
O vírus Coxsackie: sintomas parecidos com os de outras doenças merecem alerta redobrado
O vírus Coxsackie: sintomas parecidos com os de outras doenças merecem atenção (Arquivo – O Liberal)

 

CONFUSÃO COM CATAPORA OU RESFRIADO

  • Por ser do gênero dos enterovírus, o mesma da varicela, o Coxsackievirus pode levar pais e médicos a acharem que estão diante de um caso de catapora;
  • É importante  fazer o diagnóstico diferencial com as doenças de sintomas semelhantes;
  • Na maioria dos casos, os sintomas são leves e podem também ser confundidos com os do resfriado comum;

SINTOMAS 

  • As lesões aparecem mais comumente em mãos, pés e boca;
  • Cerca de 90% das infecções por coxsackievirus causam febre e mal estar;
  • Febres altas e repentinas, por 2 a 4 dias;
  • Manchas vermelhas com bolhas branco-acizentadas na boca, amídalas e faringe, que podem evoluir a feridas muito dolorosas;
  • Bolhas em geral nas palmas das mãos e nas plantas dos pés, nas nádegas e na região genital;
  • Mal-estar;
  • Falta de apetite;
  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Dor e dificuldade para engolir e salivação;
  • Dor de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Desconforto abdominal;
  • Conjuntivite;

ATENÇÃO ÀS CRIANÇAS

  • O vírus afeta principalmente crianças, mas só metade tem sintomas;
  • Embora possa acometer também os adultos, a doença é mais comum na infância, antes dos cinco anos de idade;
  • É duas vezes mais comum em meninos que meninas, por causas desconhecidas;

VÍRUS GANHA FORÇA NA REGIÃO

  • Coxsackievirus está no mundo inteiro;
  • Em países tropicais como o Brasil, as infecções ocorrem durante todo o ano;
  • O período chuvoso contribui para a propagação;
Chuvas ajudam a proliferar doença no Pará (Ary Souza / O Liberal)

PREVENÇÃO À TRANSMISSÃO

  • Não existe vacina contra o vírus da mão-pé-boca;
  • As bolhas viram feridas podem liberam vírus por contato;
  • Também pode se passar o Coxsackievirus ao espirrar e tossir;
  • O uso de máscaras pode ajudar;
  • Manter a higiene das mãos após contato com corrimãos, maçanetas e barras coletivos e locais públicos;
  • O vírus também pode ser passado por alimentos e de objetos contaminados;
  • O período de incubação do virus oscila de um dia a uma semana;
  • A transmissão ocorre pela via oral ou por contato direto entre as pessoas ou com fezes, saliva e outras secreções;
  • Evitar o contato muito próximo com o paciente;
  • Cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir;
  • Pessoas que de recuperaram podem transmitir o vírus pelas fezes durante aproximadamente quatro semanas;
Escola municipal
Escola de Belém: durante sintomas, melhor evitar aulas ou ir ao trabalho (Fernando Sette – Comus)

HIGIENE AJUDA COMBATE

  • Manter um nível adequado de higiene da casa, das creches e das escolas;
  • Não compartilhar mamadeiras, chupetas, talheres ou copos;
  • Lavar com água e sabão superfícies onde possa haver contato;
  • Desinfetar ou lavar objetos e brinquedos que possam entrar em contato com secreções e fezes de doentes;
  • Descartar adequadamente as fraldas e os lenços de limpeza em latas de lixo fechadas;
  • Os familiares devem lavar as mãos antes e depois de lidar com a criança doente, ou levá-la ao banheiro;

COMO FAZER DESINFECÇÃO EM CASA

  • Você pode usar solução de água sanitária diluída em água pura;
  • Separe uma colher de sopa de água sanitária;
  • Dilua em quatro copos de água limpa;

CUIDADOS E TRATAMENTO

  • Geralmente a doença desaparece sozinha, após alguns dias;
  • Durante esse tempo, é importante beber muita água, suco e sopas, mesmo com dores de garganta;
  • Prefira a ingestão de alimentos fáceis de engolir: pastosos, como purês e mingaus, assim como gelatina e sorvete;
  • Manter a hidratação, tomar soro glicosado, é importante;
  • Consumir bebidas geladas, como sucos naturais, chás e água;
  • Medicamentos antivirais são indicados apenas a casos mais graves;
  • Deixar pessoas doentes em casa e dispensar ida à escola ou ao trabalho até o fim dos sintomas, em uma semana;

ONDE TER MAIS INFORMAÇÕES

Bolsonaro cumpre promessa extingue horário de verão

O Brasil não adotará mais o horário de verão a partir deste ano. O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (25) decreto que extingue a medida, em cerimônia no Palário do Planalto. A decisão foi baseada em recomendação do Ministério de Minas e Energia, que apontou pouca efetividade na economia energética, e estudos da área da saúde, sobre o quanto o horário de verão afeta o relógio biológico das pessoas.

“As conclusões foram coincidentes. O horário de pico hoje é às 15 horas e [o horário de verão] não economizava mais energia. Na saúde, mesmo sendo só uma hora, mexia com o relógio biológico das pessoas”, disse, ressaltando que não deve haver queda na produtividade dos trabalhadores nesse período.

A medida já havia sido anunciada pelo presidente no dia 5 de maio.

De acordo com o secretário de Energia Elétrica do MME, Ricardo Cyrino, a economia de energia com o horário de verão diminuiu nos últimos anos e, neste ano, estaria perto da neutralidade. “Na ótica do setor elétrico, deixamos de ter o benefício”, disse.

Cyrino afirmou que o horário de verão foi criado com o objetivo de aliviar o pico de consumo, que era em torno das 18 horas, e trazer economia de energia na medida em que a iluminação solar era aproveitada por mais tempo. “Com a evolução da tecnologia, iluminação mais eficiente, entrada de ar-condicionado – que deslocou o pico de consumo para as 15 horas – e também a substituição de chuveiros elétricos [por aquecimento solar, por exemplo], que coincidia com a iluminação pública às 18 horas, deixamos de ter a economia de energia que havia no passado e o benefício do alívio no horário de ponta, às 18 horas”, explicou.

O horário de verão foi criado em 1931 e aplicado no país em anos irregulares até 1968, quando foi revogado. A partir de 1985, foi novamente instituído e vinha sendo aplicado todos os anos, sem interrupção. Normalmente, o horário de verão começava entre os meses de outubro e novembro e ia até fevereiro do ano subsequente, quando os relógios deveriam ser adiantados em uma hora em parte do território nacional.

O secretário afirmou ainda que nos últimos 87 anos de instituição do horário de verão, por 43 anos o país ficou sem adotar a medida e que ela pode ser instituída novamente no futuro. “Tivemos muitas alternâncias. Vamos continuar fazendo avaliações anuais e nada impede que, no futuro, caso venha a ser conveniente na ótica do setor elétrico, vamos sugerir novamente a introdução do horário de verão. Por hora, ele não faz mais sentido.”

Novos decretos

Participaram da cerimônia, no Palácio do Planalto, parlamentares que apresentaram projetos no Congresso para extinguir o horário de verão. Bolsonaro se colocou à disposição para avaliar outras proposições que possam ser colocadas em prática via decreto presidencial.

“Sabemos da dificuldade do parlamentar para aprovar uma lei ao longo de uma legislatura. Muito difícil. Agora, um decreto tem um poder enorme, como esse assinado agora. A todos os senhores, o governo está aberto a quem tiver qualquer contribuição. Em havendo o devido amparo jurídico, apresentaremos um novo decreto”, afirmou.

Suspeito de matar mãe e filha é morto pelo próprio comparsa em presídio de Altamira

eovani de Souza Silva, um dos suspeitos de assassinar mãe e filha, em Altamira, sudoeste paraense, foi encontrado morto na tarde desta quinta-feira (25), no Centro de Recuperação Regional de Altamira. O detento foi acusado de matar Fernanda Moura, de 28 anos, e a filha dela, de apenas cinco.

LEIA MAIS!

Polícia encontra corpos de mãe e filha enterrados em chácara

As duas estavam desaparecidas desde a última terça-feira (23). Os corpos das vítimas foram encontrados enterrados em uma chácara de uma localidade rural do município.

De acordo com as primeiras informações, a morte do detento teria ocorrido assim que chegou ao presídio e o autor do crime seria o próprio comparsa de Geovani, Dário Santos de Lima. Após matar o cúmplice, Dário acabou sendo ferido por outras colegas de cela e, em seguida, encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O comparsa foi encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Altamira. Foto: Reprodução. 

O crime bárbaro que vitimou mãe e filha essa semana chocou os moradores de Altamira. A Polícia Civil investiga o caso.

DOL entrou em contato com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) e aguarda um posicionamento.

Atenção consumidor! Preço do arroz deve subir ainda mais

Quem nunca ouviu a pergunta: “O que tem de mistura?”.
Pois, é. Isso significa que o arroz é a base da alimentação dos brasileiros e os demais alimentos se juntam apenas como complemento, fazendo dele o item principal da refeição.

E a expressão: “Só tem arroz com feijão”, sinalizava serem alimentos simples, acessíveis e baratos.
Mas, este alimento que um dia foi considerado comida simples, tem surpreendido a muitos quando vão ao supermercado para fazer a compra do mês.

De acordo com as previsões trazidas pelos acontecimentos ocorridos nas lavouras nas regiões produtoras de arroz, este susto pode ser ainda maior, já que o “arroz nosso de cada dia” deverá ficar ainda mais caro. “Este ano a produção do arroz caiu no Rio Grande do Sul e na região sul de Santa Catarina, onde, no período da planta, nos meses de novembro, dezembro e janeiro, por causa das chuvas, foi perdida a planta, tendo que ser replantado. Neste replantio atrasou a safra além de ter produzido bem menos”, explicou João trindade, empresário varejista no ramo de alimentos e variedades.

De acordo com João Trindade, no ano passado, dispondo de boa produção e estoque regulador, o Brasil vendeu muito arroz para a África e Venezuela, desfalcando o estoque fazendo com que em plena safra o grão fique mais caro.

“A gente aposta sempre que no período de safra o arroz baixe o preço em pelo menos 15%, porém, fomos surpreendidos com o inverso e já estamos pagando 5% mais caro”, mensura João Trindade, lembrando que neste mesmo período do ano passado uma saca de arroz que deveria ser vendida a R$ 48,00 foi comercializada a R$ 32,00 deixando o arroz muito barato. “Para os produtores este reajuste é considerado “preço equilibrado”, mas, se tivesse dado uma safra boa o preço teria despencado, o que seria ótimo para o consumidor e péssimo para o produtor. Quem também permaneceu em alta foi a soja, devido à dificuldade na negociação entre Estados Unidos e China, deixou nosso produto em evidência e fizemos bons negócios com a China. Assim, pela garantia de mercado, muitos produtores optaram em plantar soja, deixando menos terra para plantar milho, feijão e arroz, motivo que podem também justificar a alta nestes produtos”. A solução apontada pelo empresário é dar preferência em consumir alimentos menos caro como, por exemplo, derivados de milho.

Processo seletivo da Sespa oferta 106 vagas para 12 municípios

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) abriu inscrições para o primeiro Processo Seletivo Simplificado (PSS) de 2019, que ofertará 106 vagas, em 12 municípios, para cargos de níveis superior, médio e fundamental. As contratações terão caráter temporário para lotações em Centros Regionais, Unidades de Referência, Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e hospitais de gestão direta da Secretaria.

Os interessados podem se inscrever a partir das 8 h do dia 26 de abril (sexta-feira) às 23h59 do dia 1º de maio (quarta-feira), exclusivamente no endereço eletrônico http://sipros.pa.gov.br.

Para as funções de nível superior haverá três fases: a primeira, que compreende a inscrição de caráter habilitatório; a segunda, com análise documental e curricular, de caráter eliminatório e classificatório, e a terceira, com entrevista individual, de caráter classificatório.

Para as funções de nível médio e nível fundamental ocorrerão duas fases: a primeira, que compreenderá a inscrição de caráter habilitatório, e a segunda, com análise documental e curricular, de caráter eliminatório e classificatório.

As vagas para cargos de nível superior são para os municípios de Belém, Altamira, Breves, Cametá, Conceição do Araguaia, Marabá, Nova Ipixuna, Salinópolis, Santarém, São Caetano de Odivelas, Tracuateua e Tucuruí. As de nível médio se destinam a Belém, Capanema, Conceição do Araguaia, Marabá e Salinópolis. Para o nível fundamental há uma vaga disponível em Conceição do Araguaia.

Todos os detalhes sobre as vagas oferecidas e outras informações constam do edital do PSS, que já está disponível no endereço eletrônico http://sipros.pa.gov.br e no site da Sespa, http://www.saude.pa.gov.br.

Prefeitura dá seqüência ao programa ‘Lar da Nossa Gente’ e beneficia centenas de famílias

“Aqui não tem ninguém que tenha casa própria em área regularizada; não tem ninguém que é rico; que está trapaceando para ganhar um lote; aqui estão as pessoas que sei que precisam”, assim, o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen tem firmado seu compromisso de pensar nas pessoas mais carentes do município através de programas habitacionais.

Um desses programas é o “Lar da Nossa Gente” que visa contemplar duas mil famílias com lotes urbanizados. Seu pontapé inicial se deu em maio do ano passado, 2018, quando foram anunciados os nomes dos cadastrados que seriam contemplados com o benefício.

O projeto não ficou apenas no calor da emoção das comemorações do aniversário da cidade, mas, em dezembro do mesmo ano, as duas mil famílias inclusas no programa assistiram o sorteio ao vivo através de diversos veículos de comunicação tomando assim conhecimento da localização de seus respectivos lotes.

Já nesta quarta-feira (24), os beneficiados retiraram seus boletos e, após pagarem a taxa regularmente obrigatória, assinarão os respectivos contratos tornando-se assim, verdadeiramente, donos dos terrenos. “Muitos que ganharam o lote não tem condições de construir uma casa. Por entender isso, doaremos também o kit material de construção para que possam realizar o sonho de morar com dignidade em uma casa própria”, reafirmou o prefeito Darci Lermen, que esteve no local onde os beneficiados se reuniram ontem (24) para retirar os boletos.

Para contribuir com os demais setores e fomentar a economia local, segundo Darci, todo o material relacionado no kit, deverá ser comprado no comércio de Parauapebas, o que gerará mais emprego, renda e impostos. Darci reafirmou seus compromissos, dizendo que assim como está cumprindo com as entidades que lutam por moradia, cumprirá cada compromisso nos diversos setores.

Mas, não é de agora que este governo vem contribuindo para que pessoas com menos poder econômico realizem o sonho da casa própria; há também diversos outros projetos já executados e outros em execução; entre eles o Projeto Minha Casa Minha Vida, no Bairro Nova Carajás, recentemente destravado, com capacidade para beneficiar 1.194 famílias e a geração de oitocentos empregos; a entrega de 76 casas, ocorrido no dia 1º de maio de 2018, no Bairro Vila Nova II; além da entrega de 1.300 apartamentos no Conjunto Habitacional Alto Bonito, ocorrida no início do mês de julho de 2018; está tramitando no Ministério das Cidades dois projetos de 2 mil casas, número que somados aos demais benefícios já concedidos aproxima de 6 mil.

Programa ‘Lar da Nossa Gente’ – Os dois mil beneficiados no Programa Lar de Nossa Gente que retiraram ontem os boletos, tem até o dia 24 de maio para quitar a taxa, devendo em seguida assinar os respectivos contratos. Os que não retiraram ontem os respectivos boletos deverão dirigir-se ao Setor de Cadastro da Secretaria Municipal de Habitação, situado na Rua ‘M’, Bairro União.

Em relação às taxas constantes no boleto, mensuradas por muitos como altas, o Secretário Municipal de Habitação, João Fontana, explicou estar dentro do parâmetro, sendo cobrado 1% do valor do imóvel para pessoas com rendimento de até um salário mínimo; e 3% do valor do imóvel para pessoas com rendimento acima um salário mínimo. Como base de cálculo, o valor estimado dos terrenos é de R$ 32 mil, cada.

Dupla é presa por suspeita de roubo pode ser foragida do CRAMA

Foi graças à colaboração de populares que, mais uma vez, se dispuseram a fazer denúncias que foi possível fazer a prisão de dois elementos que, segundo a denúncia, vinham fazendo vários assaltos para cujo delito usavam uma motocicleta de procedência duvidosa com histórico de furto.

O GTO – Grupo Tático Operacional da Polícia Militar esteve no local por volta das 9h00 hoje, quinta-feira, 25, encontrando a motocicleta, contida na denúncia, estacionada na frente de uma residência na Rua São Francisco, 355, Bairro da Paz, em Parauapebas; no interior da mesma residência estava a dupla de suspeitos, um deles, de posse da chave do veículo.

Os suspeitos e o veículo foram conduzidos para a 20ª Seccional de Polícia Civil; porém, de acordo com a Polícia Militar, os nomes dados pelos acusados são falsos, o que tem dificultado a identificação e a situação de ambos. Mas, consta nas informações dos denunciantes que os possíveis criminosos são foragidos do CRAMA – Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes, presídio localizado em Marabá.

 

Agora, de acordo com o sargento Mesquita, titular da guarnição composta pelos cabos Fernando e Lopes, e soldado Silvano, o trabalho é descobrir os nomes verdadeiros para que, caso sejam mesmo foragidos, sejam encaminhados para que possam continuar no cumprimento das respectivas penas, agora agravadas pela fuga e os delitos cometidos durante o período em que estiveram em “liberdade”; além de enquadrá-los na receptação ou roubo da motocicleta e aguardar que vítimas compareçam para reconhecimento e denúncia do crime do qual foram vítimas.

Riachuelo será inaugurada no dia 30 de abril no Partage Shopping

Partage Shopping Parauapebas, empreendimento da Partage Shopping localizado no Pará, comemora a chegada de uma grande operação. No próximo dia 30 de abril, será inaugurada a Riachuelo.

O espaço surge dentro de um novo conceito arquitetônico que visa o rejuvenescimento e modernização da marca apontada como a mais valiosa do vestuário brasileiro, segundo estudo do Brand Finance Brasil. Com 1.800 m², o ambiente vai disponibilizar um mix de produtos femininos, masculinos, calçados que acompanham sempre as últimas tendências da moda.

Aprimorando o objetivo de proporcionar total facilidade ao cliente, a Riachuelo destaca dentro deste projeto um layout moderno. As áreas estarão devidamente sinalizadas e ambientadas de acordo com os departamentos de moda feminina, masculina e calçados. Para isso, foram concebidos elementos de visual merchandising, que determinam e marcam cada um dos diferentes segmentos dentro da própria loja, de maneira perfeitamente integrada. Tal exposição valoriza a infinita variedade de produtos que a Riachuelo oferece aos seus clientes, promovendo assim, a democratização da moda.

“A Riachuelo sempre foi uma marca muito desejada pelos nossos clientes. Esta nova âncora promete diversificar ainda mais o mix de operações do Partage Shopping Parauapebas”, conta Julio Macedo, diretor de Gestão e Marketing da Partage Shopping.

Inauguração Riachuelo
Quando: 30 de abril de 2019, às 10h.
Local: Partage Shopping Parauapebas.
Endereço: Núcleo Residencial de Serviços – Rodovia PA 275, Km 61,6 S/n.

Site: www.partageparauapebas.com.br

Deixe seu comentário