Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

162 novos casos de covid-19 são registrados no feriado e número total passa de 26 mil em Parauapebas

A luta contra o vírus continua. Hoje, segunda-feira, 07 de setembro, foram registrados 162 casos de coronavírus. 42 pessoas estão internadas.

Use a máscara sempre que estiver fora de casa e proteja crianças e idosos. Lave as mãos, mantenha o distanciamento social e evite aglomeração.

Agende seu exame PCR gratuitamente pelo site testesmoleculares.com.br. O novo horário de atendimento é das 8h às 18h, de segunda a sábado, no CGA, bairro Parque dos Carajás.

Histórico dos pacientes:

1             .              Mulher                 de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

2             .              Homem               de          28           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

3             .              Homem               de          32           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

4             .              Homem               de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

5             .              Homem               de          36           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

6             .              Mulher                 de          57           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

7             .              Homem               de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

8             .              Homem               de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

9             .              Mulher                 de          24           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

10           .              Homem               de          22           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

11           .              Mulher                 de          18           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

12           .              Mulher                 de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

13           .              Mulher                 de          20           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

14           .              Homem               de          13           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

15           .              Mulher                 de          31           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

16           .              Mulher                 de          43           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

17           .              Mulher                 de          14           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

18           .              Criança                 de          7             anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

19           .              Mulher                 de          20           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

20           .              Homem               de          24           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

21           .              Mulher                 de          48           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

22           .              Homem               de          39           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

23           .              Homem               de          44           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

24           .              Mulher                 de          41           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

25           .              Mulher                 de          15           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

26           .              Criança                 de          6             anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

27           .              Homem               de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

28           .              Mulher                 de          25           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

29           .              Homem               de          39           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

30           .              Mulher                 de          32           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

31           .              Mulher                 de          45           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

32           .              Mulher                 de          52           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

33           .              Mulher                 de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

34           .              Homem               de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

35           .              Homem               de          30           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

36           .              Homem               de          59           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

37           .              Homem               de          28           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

38           .              Homem               de          32           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

39           .              Mulher                 de          36           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

40           .              Mulher                 de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

41           .              Homem               de          43           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

42           .              Mulher                 de          56           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

43           .              Mulher                 de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

44           .              Mulher                 de          37           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

45           .              Mulher                 de          62           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

46           .              Homem               de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

47           .              Homem               de          30           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

48           .              Homem               de          48           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

49           .              Homem               de          49           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

50           .              Homem               de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

51           .              Mulher                 de          45           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

52           .              Mulher                 de          25           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

53           .              Mulher                 de          28           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

54           .              Mulher                 de          10           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

55           .              Homem               de          40           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

56           .              Mulher                 de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

57           .              Mulher                 de          29           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

58           .              Homem               de          12           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

59           .              Homem               de          32           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

60           .              Homem               de          25           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

61           .              Mulher                 de          62           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

62           .              Mulher                 de          42           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

63           .              Homem               de          31           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

64           .              Homem               de          59           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

65           .              Homem               de          83           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

66           .              Mulher                 de          59           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

67           .              Mulher                 de          62           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

68           .              Mulher                 de          48           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

69           .              Mulher                 de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

70           .              Homem               de          36           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

71           .              Homem               de          55           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

72           .              Homem               de          54           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

73           .              Mulher                 de          42           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

74           .              Homem               de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

75           .              Mulher                 de          40           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

76           .              Mulher                 de          40           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

77           .              Mulher                 de          42           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

78           .              Homem               de          18           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

79           .              Mulher                 de          24           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

80           .              Mulher                 de          18           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

81           .              Mulher                 de          36           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

82           .              Homem               de          22           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

83           .              Mulher                 de          29           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

84           .              Homem               de          73           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

85           .              Homem               de          30           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

86           .              Homem               de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

87           .              Homem               de          32           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

88           .              Homem               de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

89           .              Mulher                 de          36           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

90           .              Mulher                 de          24           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

91           .              Homem               de          32           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

92           .              Mulher                 de          42           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

93           .              Homem               de          60           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

94           .              Homem               de          19           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

95           .              Criança                 de          13           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

96           .              Homem               de          13           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

97           .              Mulher                 de          21           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

98           .              Homem               de          49           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

99           .              Mulher                 de          22           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

100         .              Homem               de          22           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

101         .              Mulher                 de          54           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

102         .              Homem               de          41           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

103         .              Mulher                 de          43           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

104         .              Mulher                 de          21           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

105         .              Mulher                 de          49           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

106         .              Homem               de          21           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

107         .              Mulher                 de          75           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

108         .              Homem               de          28           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

109         .              Mulher                 de          28           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

110         .              Homem               de          74           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

111         .              Homem               de          31           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

112         .              Mulher                 de          33           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

113         .              Criança                 de          7             anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

114         .              Mulher                 de          30           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

115         .              Mulher                 de          52           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

116         .              Homem               de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

117         .              Homem               de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

118         .              Criança                 de          7             anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

119         .              Mulher                 de          22           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

120         .              Homem               de          31           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

121         .              Homem               de          53           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

122         .              Mulher                 de          44           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

123         .              Homem               de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

124         .              Mulher                 de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

125         .              Criança                 de          5             anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

126         .              Mulher                 de          17           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

127         .              Criança                 de          14           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

128         .              Mulher                 de          49           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

129         .              Homem               de          25           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

130         .              Mulher                 de          21           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

131         .              Homem               de          61           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

132         .              Mulher                 de          31           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

133         .              Homem               de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

134         .              Homem               de          15           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

135         .              Homem               de          33           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

136         .              Mulher                 de          33           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

137         .              Criança                 de          7             anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

138         .              Mulher                 de          56           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

139         .              Homem               de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

140         .              Mulher                 de          15           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

141         .              Mulher                 de          25           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

142         .              Mulher                 de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

143         .              Mulher                 de          46           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

144         .              Homem               de          38           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

145         .              Homem               de          36           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

146         .              Homem               de          63           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

147         .              Criança                 de          1             ano.       Isolamento domiciliar.  PCR

148         .              Homem               de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

149         .              Homem               de          29           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

150         .              Homem               de          21           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

151         .              Homem               de          34           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

152         .              Homem               de          35           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

153         .              Homem               de          18           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

154         .              Homem               de          27           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

155         .              Homem               de          22           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

156         .              Homem               de          53           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

157         .              Mulher                 de          26           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

158         .              Mulher                 de          47           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

159         .              Mulher                 de          24           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

160         .              Mulher                 de          45           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

161         .              Homem               de          23           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

162         .              Homem               de          42           anos.     Isolamento domiciliar.  PCR

Homem é “esmagado” e morto ao realizar manutenção de ônibus em Parauapebas

Um acidente de trabalho decretou a morte do motorista e mecânico da empresa Trans Brasil, responsável por transporte de passageiros pelo Brasil. A tragédia foi registrada na tarde desta segunda-feira (7), feriado da Independência do Brasil, em Parauapebas.

A reportagem apurou que Deusmar José Dionísio, de 52 anos de idade, estava consertando uma bolsa de ar do ônibus quando o veículo, que estava suspenso por um equipamento, caiu sobre o funcionário, prendendo o homem entre um dos eixos traseiros e a carenagem.

Colegas de trabalho de Deusmar chegaram a pedir que ele fosse descansar no hotel, porém, ele se recusou e afirmou que iria realizar a manutenção no ônibus.

Ao perceber a presença do repórter, os funcionários retiraram o profissional de imprensa do local e não quiseram mais dar informações sobre o triste ocorrido.

A garagem da Trans Brasil fica no Bairro Beira Rio I, às proximidades do Corpo de Bombeiros de Parauapebas. Os profissionais de salvamento foram acionados, mas chegando ao local, observaram que Deusmar já estava morto.

Vingança teria motivado briga em bar que terminou com disparos de tiros em Parauapebas

Hemerson Conceição da Silva, 19 anos, foi atingido por três tiros, aproximadamente às 19h20 de domingo (6), em um bar localizado na esquina da Rua E com a Rua 10, no Bairro Cidade Nova, em Parauapebas. Os dois jovens, que seriam responsáveis pelos disparos, ainda não foram localizados pela polícia.

A vítima, que permanece no hospital municipal, disse em depoimento à polícia, na manhã desta segunda-feira (7), conhecer um dos autores dos disparos. Segundo ele, o acusado pertence à facção criminosa PCC.

A briga, de acordo com Hemerson, seria uma “vingança”, já que no ano de 2019 houve um desentendimento entre ele e um dos suspeitos, pelo “interesse de uma jovem”, e também por acreditarem que Hemerson faz parte da facção Comando Vermelho. Mas ele nega o envolvimento com o mundo do crime, afirmando trabalhar como vendedor de sapatos.
Uma câmera de monitoramento do estabelecimento mostra o momento da confusão que assustou os clientes. No momento dos disparos, muitos correram do local, e outros tentaram se proteger no chão.

Os tiros atingiram o antebraço esquerdo, o tórax, e próximo a costela do lado direito, o jovem passará por uma cirurgia.

Em Parauapebas, criança morta afogada é enterrada em meio à contenda entre pai e mãe

Foi sepultada na manhã desta segunda-feira (7) Emanuelly dos Santos Aquino, 3 anos. O corpo da criança foi encontrado boiando às 6h00 deste domingo, no Balneário Zé de Areia, na Faruk Salmen, em Parauapebas. A criança estava desaparecida desde a tarde de sábado (5).

O desaparecimento da criança ocorreu por volta das 14h30, no balneário, local onde estava acompanhada da mãe, Jacilene Jacy, e o do padrasto, Erisvan de Almeida. A princípio, a informação compartilhada nas redes sociais foi de um suposto sequestro.

O padrasto de Emanuelly disse à reportagem que ela havia sido raptada pela rapidez em que desapareceu.

Ele e a esposa estavam na unidade do Corpo de Bombeiros quando receberam a ligação informando que a criança havia sido encontrada sem vida.

Corpo da criança foi procurado durante a madrugada, mas só encontrado na manhã do dia seguinte

Marcos Antônio Costa Ferreira, presidente da Associação de Moradores do Bairro Nova Vitória, onde a criança morava com a mãe, foi o responsável por reunir 30 pessoas para ajudarem nas buscas da menina, que durou até as 2h00 da madrugada, com o grupo mergulhando no mesmo local do desaparecimento.

Porém, o corpo só foi encontrado por um dos voluntários na manhã de domingo, quando começou a boiar. “Lá tem um redemoinho e a levou para o fundo da água”, acredita. Amigos e familiares também se reuniram para custear o caixão no valor de R$1.600,00.

Revoltado, o pai de Emanuelly, Everton Queiroz de Aquino, culpa a mãe pela fatalidade. “A irresponsabilidade foi muita, foram covardes com a minha filha, disseram que tinham sequestrado, enquanto a minha filha estava embaixo da água. Espero justiça”, desabafa.

Morte de Emanuelly dos Santos causou revolta no pai, que culpa a mãe como responsável

Everton conta que a morte da filha o pegou de surpresa. “Não tem nada no mundo que vai preencher esse vazio”. Já a mãe da menina preferiu não falar com a reportagem. O laudo indicando a causa da morte da menina, realizado pelo Instituto Médico Legal (IML), tem previsão para ser concluído no prazo de até 30 dias.

Operação investiga roubo de cargas em rodovia do Pará

A Polícia Civil tem reforçado as frentes de trabalho no município de Belterra, no Pará. A região vem sofrendo com assaltos articulados por associações criminosas que atuam na prática de crimes nas estradas que ligam as cidades de Santarém, Belterra, Rurópolis, Itaituba, Placas e Uruará. O modo operacional das quadrilhas sempre é o mesmo: aproveitam que a BR-163 não tem sinal de internet e nem de telefonia, executam roubos de cargas valiosas.

Balanço – Em 2020, a Delegacia de Belterra registrou quatro roubos dessa envergadura, sendo subtraído nele uma carga de cigarro avaliada em R$ 500 mil, uma carga de cerveja que, por circunstâncias alheias, não foi subtraído o cofre do caminhão, carga de gêneros alimentícios e bebidas alcoólicas avaliadas em R$ 30 mil entre outras.

Diante dessa situação, os agentes da Polícia Civil da região têm feito investigações a fim de inibir as práticas criminosas nas áreas. Durante as ações foi dado inicio no mês de junho a “Operação Carga Pesada”, que resultou na possível localização de um mercado comercializando diversas bebidas alcoólicas que teriam sido subtraídas.

Com as investigações em andamento foi possível prender preventivamente no dia 02/09, na cidade de Marabá, um dos indivíduos que participou de, pelo menos, um dos roubos em apuração.

Em interrogatório, o preso delatou o modo de operação esquema criminoso. Foi levantado que diversas pessoas fazem parte e são oriundos de localidades de Santarém, Uruará, Placas e de um suspeito que reside no Maranhão.

De posse do mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão, equipes da Polícia Civil se deslocaram até as localidades para os devidos cumprimentos, porém os alvos não foram localizados.

Durante as diligências foram localizados e apreendidos diversos materias suspeitos de serem fruto do roubo ocorrido na BR 163. Cerca de 100 munições de diversos calibres e quantia em dinheiro foram apreendidas.

As investigações seguem e conta com apoio de agente da superintendências Itaituba e Santarém.

Previsão é de forte calor durante todo o mês de setembro no Pará

O tempo firme que levou milhares de pessoas a balneários e áreas abertas no Pará, no feriadão da Semana da Pátria, deve se repetir por todo o mês de setembro. A afirmação é da equipe de meteorologistas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), coordenadora da Rede de Previsão Climática e Hidrometeorológica do Pará (RPCH), em boletim elaborado com a colaboração de especialistas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e profissionais da área.

Nesta segunda-feira (7), a previsão indicou bastante calor, com o tempo quente e abafado para a região do litoral paraense, onde se encontram os balneários de Salinópolis (Atalaia), Bragança (Ajuruteua) e Marudá (Algodoal). Nebulosidade variou durante o período da tarde, mas sem ocorrência de chuva. Temperatura do ar com máximas de até 34ºC e mínimas em torno de 22ºC, em Bragança.

Na região metropolitana de Belém, as condições também são de tempo quente e abafado, sem previsão de chuva. Na capital, temperaturas do ar com máximas de 34°/35ºC e mínimas de 23ºC.

O meteorologista Frank Baima, da Semas, informou que, nesse período do ano, as chuvas são irregulares. “No caso particular da região metropolitana de Belém, a sensação térmica deverá ser potencializada pelo fenômeno de ilhas de calor, presente em nossa cidade em decorrência do desenvolvimento urbano. Além disso, há probabilidade de episódios isolados de eventos extremos, que são aquelas chuvas rápidas, em forma de pancadas, muitas das vezes, que podem vir acompanhadas em forma de rajadas de ventos e trovoadas”, afirmou o meteorologista.

No sudeste paraense, a praia do Tucunaré, em Marabá, é um dos destinos mais procurados e o tempo ensolarado atraiu ainda mais banhistas. A previsão indicou fortes condições de estabilidade atmosférica, sem previsão de chuvas e temperatura do ar com máximas de até 38ºC e mínimas em torno de 23ºC.

Já no oeste do Estado, a praia de Alter do Chão, em Santarém, apresentou tempo nublado nas manhãs. Neste feriado de 7 de Setembro, no período da tarde, o sol deve predominar, com temperatura do ar com máximas de até 33ªC e mínimas em torno de 24ºC.

Com base na climatologia do Estado, setembro é o mês mais seco para os paraenses. De acordo com os meteorologistas, este mês continuará sim com bastante calor e poucas chuvas, o que favorece a sensação de desconforto térmico na vida dos paraenses, além de chuvas muito irregulares nesse período.

Região Metropolitana, Nordeste, Baixo Amazonas e Marajó

É esperado tempo ensolarado durante as manhãs e parte das tardes. As temperaturas máximas nessas áreas podem atingir valores entre 35ºC e 36ºC e, por consequência, contribuem para aumento da sensação térmica. Para estas regiões, são esperados eventos de chuvas rápidas e, na maioria das vezes, em áreas isoladas, ocorrendo principalmente nos períodos vespertino e noturno. Os acumulados pluviométricos devem variar entre 50 a 130 milímetros (mm).

Faixa Central e Sul

É esperado tempo quente e seco, especialmente na primeira quinzena de setembro, com foco no sudeste paraense, onde as temperaturas máximas devem chegar em torno de 38ºC. No entanto, eventos de chuvas devem retornar a partir da segunda metade do mês, sendo mais frequentes no sudoeste paraense.

Acredita-se que os acumulados pluviométricos devem variar entre 10 a 50 mm no sudeste do Estado e atingir valores em torno de 50 e 100 mm na região sudoeste do Pará. Nestas áreas, os baixos valores de umidade do ar criam situação de alerta para a população, que nesse período tende a sofrer com problemas respiratórios associados ao clima seco predominante.

Sespa lança programa Obesidade Zero para pacientes que necessitam de bariátrica

Para atender de forma ágil e efetiva os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que necessitam de cirurgia bariátrica para tratamento da obesidade, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), lançou uma iniciativa inédita: o programa Obesidade Zero.

A modalidade Zero é a primeira dentre as ações do Governo que têm como objetivo acabar com as esperas por atendimento em saúde do Estado, denominado Projeto Fila Zero. A iniciativa surgiu a partir da identificação dos principais gargalos da população paraense em relação ao acesso à cirurgias e internações e alcançará diversas modalidades.

“As cirurgias bariátricas são um gargalo em praticamente todos os estados brasileiros, chegam a custar na rede privada cerca 30 mil reais e nós estamos ofertando ao povo paraense 480 cirurgias bariátricas por ano, ou seja, 40 cirurgias por mês. Além disso, ofereceremos todo o tratamento multidisciplinar desde psicólogo, pneumologista, gastroenterologista, entre outros profissionais, e também disponibilizaremos as cirurgias plásticas reparadoras no pós-bariátrica. Pacientes de todo o Estado poderão ser direcionados para a capital onde irão realizar as cirurgias de forma gratuita e segura”, explicou o secretário adjunto de Saúde, Sirpriano Ferraz.

O público-alvo do programa Obesidade Zero são os pacientes obesos, com ou sem outros problemas de saúde, que precisam de avaliação médica para saber se há indicação para realização do procedimento. As cirurgias serão realizadas nos Hospitais Jean Bitar e Galileu.

Acesso – O primeiro passo para o paciente ser atendido é acessar, pelo site da Sespa, o hotsite do programa, onde poderá tirar suas dúvidas sobre o procedimento e também fazer uma autoavaliação, por meio do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) e também respondendo algumas perguntas, que informarão ao paciente, naquele mesmo momento, se ele possui ou não indicação para fazer cirurgia bariátrica.

Caso haja, o paciente marcará seu atendimento pelo próprio site e receberá a confirmação do Hospital informando o dia e horário que deverá comparecer à consulta. De forma rápida e prática, o paciente terá acesso a sua avaliação médica. No site, o usuário também tem acesso ao Guia Cirurgia Bariátrica.

“Tornar o acesso mais fácil para o usuário, essa é a ideia. Queremos que todos os pacientes que precisem do procedimento possam ser atendidos com rapidez e qualidade. Dessa forma, vamos ajudar muitas pessoas que esperam para fazer a cirurgia bariátrica e que desejam ter uma melhor qualidade de vida”, afirmou a diretora técnica da Sespa, Maitê Gadelha.

Deixe seu comentário