Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Após Bolsonaro indicar ‘passeio’ e Neymar ‘cantar vitória’, jornal da Argentina diz: ‘Não nos subestime’

O jornal ‘Olé’ estampou em sua capa falas do presidente Jair Bolsonaro e do atacante Neymar, para mandar um recado: ‘Não subestime a Argentina’. Os dois países se enfrentam neste domingo, na final da Copa América, com público, e o assunto vem dando o que falar.

– Bolsonaro picante: 5-0. Neymar avançou na vitória e Richarlison, que será campeão. Não subestime a Argentina – estampou o ‘Olé’ em sua home online.

– Eu vou adiantar o placar, 5 a 0. Fora isso, prezado Fernandez, o Brasil só estará bem se a nossa querida Argentina estiver bem. Dizer, em especial, ao presidente da Argentina, que a única rivalidade entre nós vai acontecer agora no próximo sábado, no Maracanã – disse o presidente para o chefe de estado da Argentina, que não acompanha Bolsonaro nas decisões políticas.

Já Neymar destacou que terá uma final de seus sonhos e cravou o título. Ele também criticou – e xingou – brasileiros que pretendem torcer para a argentina.- ‘Sou brasileiro com muito orgulho e muito amor’. Meu sonho sempre foi estar na Seleção Brasileira e ouvir a torcida cantando. Jamais torci e torcerei se o Brasil estiver disputando alguma coisa, seja lá qual for o esporte: concurso de modelo, Oscar ou o c… Se tem Brasil eu sou Brasil. E quem é brasileiro e faz diferente? Ok, vou respeitar… mas vai para o c….’ – publicou Neymar.

Tráfico de entorpecentes é combatido na zona rural de Canaã dos Carajás

Foi o Serviço de Inteligência do 23⁰ Batalhão de Polícia Militar quem chegou aos envolvidos no crime de tráfico de entorpecentes, cuja infração estava sendo praticada na Vila Serra Dourada, e que a mesma organização criminosa também realizava roubos pela cidade, homiziada em uma residência na mesma vila.

A ação para prender os criminosos foi feita, na manhã de ontem (8), por uma guarnição do 17º Pelotão, que realizou diligências até o determinado local, e ao chegar no citado endereço, se deparou com um indivíduo saindo em uma motocicleta da marca Honda, modelo CG 160 Fan, de cor prata, com placa QEG-5780.

Abordado, o elemento foi identificado como Glauberth Mendes da Silva, com quem, em busca pessoal, foi encontrado dentro de sua mochila aproximadamente 90 gramas de maconha, aproximadamente 90 gramas de crack e aproximadamente 135 gramas de cocaína, além de quatro munições intactas de revólver calibre 32.

Glauberth, de 26 anos de idade, afirmou comercializar entorpecentes, dizendo que os outros elementos não estaria mais na Vila, que os mesmos estariam em Parauapebas, porém, não sabendo dizer o local exato. Diante do flagrante, o indivíduo foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil em Canaã dos Carajás, onde foi apresentado, juntamente com as drogas, munições e motocicleta.

Postos de Informações Turísticas serão inaugurados pela Semtur em Parauapebas

Parauapebas caminha para se consolidar como um dos municípios destaques no turismo nacional. E para facilitar ainda mais o acesso às rotas turísticas na “Capital do Minério”, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), está instalando Postos de Informações Turísticas (PIT’s) em pontos da cidade com maior circulação de pessoas.

Para iniciar esse novo serviço, será realizado nesse sábado (10), o lançamento de um dos PIT’s, às 9h00, na Feira do Produtor, localizada na Rodovia Faruk Salmen, com a presença de autoridades locais.

No evento, também será feita a entrega dos certificados para os servidores da Semtur, que receberam treinamento para repassarem as informações nos PIT’s.

Pará volta a ter assento no Conselho Nacional de Mineração da CNI

O presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral), Anderson Baranov, foi indicado para um assento no Conselho de Mineração (Comin) da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Conselho reúne os principais executivos do setor mineral brasileiro para identificar oportunidades para melhorar o ambiente de negócios que afeta o desenvolvimento do setor de mineração e sua cadeia produtiva; discutir e elaborar propostas de políticas para promover o desenvolvimento produtivo do setor de mineração; e promover o alinhamento e a articulação das entidades ligadas ao setor de mineração, visando a defesa de interesses do setor.

Baranov substitui o ex-presidente do Simineral, José Fernando Gomes Júnior que, desde meados de abril, passou a ser o titular da Secretaria de Desenvolvimento Mineração e Energia (Sedeme) do Governo do Pará.

De acordo com os dados do último boletim econômico do setor mineral, referente ao primeiro quadrimestre de 2021, o Pará ocupa o primeiro lugar no ranking das exportações minerais do Brasil. A participação paraense é de 36% do total das exportações minerais e comparado aos outros estados foi o que teve o melhor desempenho. As 57 milhões de toneladas exportadas equivaleram ao montante de US$ 8,151 bilhões. Em seguida, aparecem os estados de Minas Gerais com participação de 31%; Espirito Santo com 7%; São Paulo com 5%; e Rio de Janeiro com 4%. Os demais estados da federação, juntos, somam a participação de 17%.

Para Anderson Baranov, Presidente do Simineral, e agora membro do Comin, a nomeação é oportuna porque “o Pará, sendo o principal exportador de minérios do Brasil, merece ter voz no Conselho Nacional de Mineração”, diz. “Fiquei muito feliz e honrado de aceitar esse convite para integrar esse seleto grupo que pensa, propõe e discute soluções importantes para esse setor que emprega tantos paraenses e que é um dos responsáveis pelo crescimento da economia no Pará, ano a ano.”, encerra.

Semana encerra com 261 vagas de emprego disponíveis em Parauapebas

A construção civil mantém a grande oferta de oportunidades no município e entre os profissionais que precisa contratar estão eletricistas de força e controle, para os quais há 12 vagas, e auxiliar técnico civil, com 4 vagas. Para soldadores, há 27 vagas.

No painel do Sine também há vagas atendente de hotelaria, operador manipulador, planejador de produção, mecânico de manutenção, encarregado de mecânica e de elétrica, meio oficial (elétrica), torneiro mecânico, motoboy, coordenador de Recursos Humanos e muito mais.

No total, são 261 vagas ofertadas pelo Sine de Parauapebas nesta sexta-feira, 9. Para visualizá-las, acesse AQUI.

Para o trabalhador que vai ao Sine, a orientação é para que continue se prevenindo contra a Covid-19 já que o vírus continua circulando e matando pessoas. Portanto, use máscara sobre o nariz e a boca, mantenha o distanciamento social e higienize as mãos.

Anote os números do Sine:

  • Seguro-desemprego: (94) 99183-2150
  • Vagas de emprego: (94) 99264-8990
  • Atualização de cadastro: (94) 98438-8749 e 99257-2227

Secretaria de Saúde anuncia mudanças nos horários de atendimento das “Unidades Polos”

A Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas (Semsa), informa que devido a baixa demanda para o atendimento de pacientes com quadro de síndrome gripal o horário de atendimento será alterado, o mesmo estava estendido até às 19h ininterrupto, baseando-se em avaliações conjunta com o corpo técnico a Semsa retoma os atendimentos para o horário de 7h às 11h e das 13h às 17h.

A Semsa reforça que essa iniciativa se dá devido o atual cenário que o munícipio se encontra, caso seja necessário novas medidas poderão ser adotadas.

Confira as Unidades Polos:

  • UBS – Cidade Nova – Rua A, quadra especial – Cidade Nova
  • UBS – Liberdade I – Rua Gonçalves Dias, esq. Com Perimetral Norte
  • UBS – Minérios – Rua 19, Próxima à praça – Bairro dos Minérios
  • UBS – VS-10 – Av. VS-10, 03 e 04, Bairro Bela Vista

 

Trabalhadores nascidos em junho podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em junho podem sacar, a partir de hoje (9) a terceira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 24 de junho.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

Ooriginalmente, o saque estava previsto para ocorrer em 27 de julho, mas foi antecipado em quase três semanas por decisão da Caixa. Segundo o banco, a adaptação dos sistemas tecnológicos e dos beneficiários ao sistema de pagamento do auxílio emergencial permitiu o adiantamento do calendário.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Calendário de saques da terceira parcela do auxílio emergencial 2021
Calendário de saques da terceira parcela do auxílio emergencial 2021 – Caixa – Divulgação

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Brasil ultrapassa marca de 110 milhões de doses de vacinas aplicadas

Mais de 110 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 já foram aplicadas no Brasil, o que significa que mais da metade da população vacinável já receberam pelo menos uma dose de imunizante, ou seja, mais de 80 milhões de pessoas.

No país, considera-se público vacinável pessoas maiores de 18 anos, correspondendo a cerca de 160 milhões de brasileiros. Já foram distribuídas, pelo Ministério da Saúde, mais 143 milhões de doses de vacinas para os estados e o Distrito Federal, possibilitando a imunização de 100% dos grupos prioritários da campanha, com pelo menos uma dose da vacina.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que essa marca vai além dos números. “Os efeitos da nossa campanha de vacinação podem ser percebidos na redução de óbitos e de internações decorrentes da doença. Estamos no caminho certo para salvar cada vez mais vidas”.

O ministro ressaltou a importância de a população completar o esquema vacinal com as duas doses dos imunizantes. “A melhor vacina é aquela aplicada no braço do brasileiro. E, para que ela tenha o efeito desejado, é preciso que a pessoa vá até o local de vacinação no prazo correto e tome a segunda dose. Só assim a imunização estará completa”, disse.

Nessa quarta-feira (7), o ministério lançou campanha para incentivar a vacinação com a segunda dose do imunizante. Entre as vacinas liberadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para serem aplicadas no Brasil, estão a AstraZeneca/Fiocruz, Pfizer/BioNTech e Coronavac/Butantan. Apenas a Janssen, da farmacêutica Johnson & Johnson, é dose única.

AMAZÔNIA: 350 jovens do Pará iniciam capacitação para criar projetos inovadores

“Excelente iniciativa, pois quero que meu projeto saia do papel. Sustentabilidade e empreendimento juntos fazendo o futuro ser alcançado!”. O entusiasmo de Denise Sousa Lima após iniciar as atividades do Inova Up é contagiante. Ela integra o grupo de 350 jovens estudantes e residentes nos municípios de Marabá, Canaã dos Carajás e Parauapebas, que participam do programa de apoio ao empreendedorismo sustentável do Sudeste do Pará. A iniciativa da Fundação Vale, que terá duração de dois anos, é desenvolvida em parceria com o Centro de Empreendedorismo da Amazônia e conta com apoio da Wheaton Precious Metal.

O projeto Inova Up é parte da estratégia de atuação da Fundação Vale no Pará. “Acreditamos que ampliar as possibilidades de trabalho e renda é essencial para desenvolvimento social. Por isso, buscamos valorizar o potencial dos jovens do sudeste do Pará e incentivar a criação de caminhos para o desenvolvimento a partir dos saberes da própria região”, afirma o Gerente do Território Norte da Fundação Vale, Marcus Finco.

Devido a restrições da pandemia da Covid-19, as atividades estão sendo realizadas online. Desenvolvido para quem tem ideias inovadoras e tem interesse em se capacitar e usar a tecnologia para prover soluções para vários desafios da região Amazônica, o Inova Up conta, inicialmente, com etapas focadas na educação empreendedora, voltada para negócios inovadores e sustentáveis. O grupo concluiu a primeira fase, a oficina Despertar, e para Ana Maria Lopes Silva Oliveira, aluna do programa, “o curso vai nos trazer experiências, força de vontade, crescimento e comprimento”, comenta.

“É incrível ver à vontade não só de empreender, mas de ser parte do processo de transformação do mundo para um contexto mais sustentável. A dedicação dos jovens na busca por soluções inovadoras para o aproveitamento das potencialidades locais e para a resolução dos desafios territoriais que enfrentam é impressionante”, ressalta o diretor executivo do Centro de Empreendedorismo da Amazônia, Raphael Medeiros.

Segundo Medeiros, não é fácil manter um grupo grande em oficinas on-line. “Esse é um desafio para todos neste momento, mas ver e participar da dedicação dos participantes, enfrentando todos os obstáculos e sendo, mais do que resilientes, certos de que são capazes de realizar projetos grandiosos é o que nos faz ter certeza de que o Inova Up veio na hora certa. A cada oficina o futuro e os sonhos se mostram mais próximos”, destaca.

As próximas fases são Ideação, que envolve a formação de equipes e encontro com especialistas. Essa fase tem como objetivo aprimorar as ideias de negócios e conhecer melhor os possíveis clientes. Na pré-aceleração, oficinas e mentorias virtuais contribuirão para transformar as ideias de negócios em modelos de negócios validados com protótipos testados. Ao final das oficinas (mais robustas) já existe a sinalização de quais modelos têm mais chances de se transformarem em empresas reais. Essa nova transformação acontecerá na fase de Aceleração, onde as equipes com os melhores desempenhos receberão apoio em diversas áreas como: jurídico, contábil, vendas, marketing, produção e etc, além da possibilidade de receberem capital direcionado para compra de equipamentos, insumos, legalização etc. A última etapa é a de Monitoramento, onde as já empresas sustentáveis receberão acompanhamento técnico durante seu primeiro estágio.

Fundação Vale
Criada há 52 anos, a Fundação Vale apoia e fortalece políticas públicas de educação, saúde e geração de renda, e fomenta negócios sociais nos territórios de atuação da Vale. A partir do diálogo e da imersão nos territórios, desenvolve e executa projetos sociais voluntários que visam à melhoria da qualidade de vida e fortalecem o acesso das comunidades aos seus direitos e serviços públicos essenciais.

Centro de Empreendedorismo da Amazônia

O Centro de Empreendedorismo da Amazônia, é uma associação da sociedade civil sem fins lucrativos cujo objetivo é atuar na promoção e articulação de negócios sustentáveis na Amazônia. Seu principal objetivo é contribuir para um aumento expressivo nos negócios sustentáveis na Amazônia através do fortalecimento e promoção do empreendedorismo.

Deixe seu comentário