Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

PARAUAPEBAS: Sem shows e aglomerações, Secretaria de Cultura anuncia queima de fogos no réveillon

Devido a pandemia de Covid-19 e também ao agravamento de casos de síndromes gripais, a Prefeitura Municipal de Parauapebas optou em cancelar o tradicional show da virada que acontece na Praça de Eventos, no Bairro Cidade Nova.

Por outro lado, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult), confirmou a realização de uma grande queima de fogos em pontos tradicionais da cidade para receber o ano de 2022 em grande estilo.

Confira abaixo o comunicado feito pela Prefeitura Municipal de Parauapebas (PMP) através da Secretaria Municipal de Cultura (Secult):

“Esse ano não poderemos realizar o nosso show da virada como de costume na Praça de Eventos em razão ainda da pandemia de Covid-19, e agora agravado pelo vírus H3N2.
Mas, virada de ano é um momento cheio de expectativa e esperança. Por isso, preparamos uma linda queima de fogos que você poderá contemplar por todo os céus de Parauapebas.
Faça muitas fotos nos marquem e celebrem com família e amigos.
Um feliz ano novo, um excelente 2022!”.

 

URGENTE: Defesa Civil alerta a população sobre risco de inundação do Rio Parauapebas

Devido às fortes chuvas que têm caído no município nas últimas semanas, o nível do rio Parauapebas está com 8,30 metros – quatro metros a mais do que foi registrado ano passado neste mesmo período.

Equipes da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil monitoram diariamente as áreas de risco e alertam a população sobre risco de queda de árvores, corte de energia elétrica, alagamentos e deslizamentos.

“Estamos indo nas áreas, comunicando, alertando os moradores, para que procurem casa de parente, amigo, vizinho, para se antecipar. Também temos abrigo; estamos aqui para acolher da melhor forma possível. Pedimos que nos comuniquem antecipadamente, para que nós possamos dar uma melhor resposta à população”, orienta Jailson Sousa, coordenador da Defesa Civil.

Em qualquer anormalidade, a população deve acionar a Defesa Civil pelos números 3356-2597 ou 199.

Semurb afirma que problema na coleta de lixo em Parauapebas é por conta das chuvas

Alguns internautas entraram em contato com a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar para reclamar da demora na coleta de lixo em Parauapebas. Por sua vez, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas (Ascom) se posicionou através de nota, confira abaixo na íntegra:

“A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semurb), informa que ocorreu um atraso na coleta de resíduos domiciliares em alguns bairros, principalmente no período noturno, porque as fortes chuvas prejudicaram a locomoção dos caminhões coletores de lixo até o Aterro Municipal.

Contudo a empresa que executa a limpeza urbana está fazendo um rearranjo logístico no sistema de coleta, para dar maior celeridade ao atendimento.

Para o Complexo VS-10, a prestadora de serviço está providenciando veículos específicos com tração nas quatro rodas, para trafegarem nas áreas de difícil acesso e realizarem a coleta.

Os serviços já estão sendo normalizados em todos os bairros afetados pelo atraso na coleta do lixo”.

Parceiro de Luíza, cantor Maurílio morre em hospital de Goiânia

O cantor Maurílio, que formava dupla com Luiza, morreu na tarde desta quarta-feira (29) em um hospital de Goiânia. Aos 28 anos, ele estava internado após sofrer um tromboembolismo pulmonar. Mais cedo, um boletim médico informou que ele teve piora no quadro clínico nas últimas 12 horas.

Segundo a assessoria do sertanejo, ainda não há informação sobre onde serão o velório e o enterro.

Maurílio foi internado na madrugada do dia 15 de dezembro, após passar mal durante a gravação de um DVD de outra dupla sertaneja. No dia, ele chegou a cair no palco e foi socorrido pelo produtor e pela parceira Luiza.

Maurílio Ribeiro nasceu em Imperatriz, no Maranhão. Ele e Luiza, que é natural de Belo Horizonte (MG), formavam uma dupla sertaneja desde 2016, quando a cantora foi passar as férias na cidade natal dele e o chamou ao palco para cantar com ela durante o aniversário de uma amiga em comum.

A dupla cantava o sucesso “S de Saudade”, com participação de Zé Neto e Cristiano (ouça trecho abaixo). Esta foi a quinta música mais tocada no Brasil entre 2019 e 2020, no Spotify.

O médico explicou que tromboembolia pulmonar é a uma obstrução dos vasos da artéria pulmonar, que causa um coágulo, que pode ir para o pulmão, coração ou cérebro, bloqueando o fluxo do sangue nesses lugares.

Veja o histórico de internação de Maurílio:

Maurílio foi internado no dia 15 de dezembro, após passar mal durante a gravação de um DVD de outra dupla sertaneja. O médico que o acompanhava, Wandervan Azevedo, informou que ele teve três paradas cardíacas e precisou ser sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
A equipe médica disse que ele teve uma lesão renal e passou a fazer hemodiálise. A sedação dele foi retirada no dia 17 para que os médicos avaliassem as condições neurológicas dele.
No dia 18, o hospital informou que ele seguia melhorando o quadro clínico e que começaria a ser alimentado por sonda.
No dia 19, ele passou a respirar espontaneamente e a esposa dele, Luana Ramos, contou que conversou com o marido na UTI e que ele chorou.

No dia 20, ele foi transferido do Hospital Jardim América para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), para dar continuidade ao tratamento com cobertura do plano de saúde. Ele também foi diagnosticado com um inchaço no cérebro.
Na última quarta-feira (22), o cantor voltou a ter o funcionamento dos rins. No entanto, ele continuava fazendo hemodiálise.
No domingo (26), o cantor precisou trocar antibióticos após apresentar problemas respiratórios.
Na manhã de segunda-feira (27), o médico disse que o sertanejo teve quadro estabilizado, após apresentar dificuldade para respirar durante o dia e a noite anteriores. O relatório médico detalhou que o cantor teve broncoespasmo, que foi revertido, e teve o antibiótico trocado.
Na terça-feira (28), Maurílio teve uma piora e foi diagnosticado com choque séptico.
Na quarta-feira (29), o médico informou que o sertanejo teve uma piora no quadro clínico nas últimas 12 horas. A morte aconteceu às 16h30 e foi confirmada pela assessoria às 16h53.

Entenda doença que matou cantor

O tromboembolismo é uma palavra que reúne dois conceitos, conforme explica o médico cardiologista Maurício Prudente. De acordo com ele, a palavra “trombo” significa coágulo, sangue coagulado. Já “embolia” é uma espécie de corpo estranho que se movimenta pelo sangue.

“Quando a gente junta os dois, a gente está dizendo que teve um coágulo que se movimentou para um lugar indesejado. Com isso, podemos ter embolia cerebral, embolia cardíaca, embolia pulmonar, embolia renal, embolia nos membros”, afirmou.

Conforme o especialista, o tromboembolismo pulmonar, geralmente, é causado por coágulos procedentes dos membros inferiores, das pernas, que se deslocam pelas veias e vão até o pulmão, trajeto normal do sangue.

“Chegando no pulmão, se ele for de um tamanho expressivo, ele faz uma obstrução nas artérias que levam o sangue para ser oxigenado. Com isso, a consequência quase imediata é uma parada cardiorrespiratória”, explica.

Ainda conforme explica o cardiologista, o tromboembolismo pulmonar pode acometer pessoas com problemas vasculares, principalmente, varizes nos membros inferiores.

“Pessoa que está acamada por um tempo prolongado, um pós operatório de uma cirurgia ortopédica, por exemplo. E também em pessoas com predisposição a doenças que tendem a formar coágulos”, afirma.

Segundo o médico, um tromboembolismo pulmonar maciço é uma doença gravíssima que pode levar à morte.

Pai atropela filho de 1 ano ao dar ré para sair da garagem

Um pai atropelou acidentalmente seu filho de 1 ano e 5 meses ao dar ré para sair da garagem de casa e não perceber que o menino estava atrás do carro. O caso aconteceu em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, na última segunda-feira (27). Por pouco uma das rodas do pneu não atingiu a cabeça da criança. As informações são do G1.

No registro capturado pelas câmeras de segurança, o motorista para com o carro já quase em cima da cabeça do menino. A mãe sai desesperada de dentro de casa procurando pelo filho e o encontra debaixo do automóvel, o pai leva o veículo mais pra frente e a mulher consegue retirar o garoto.

Casas Bahia inaugura nesta quinta-feira (30) em Parauapebas

Localizada no sudeste paraense e conhecida como a “capital nacional do minério”, por conta de suas riquezas minerais, o município de Parauapebas a cada ano vem se transformando numa potência nacional quando se trata de economia, e com isso, grandes investimentos são feitos em todas as áreas.

O ano de 2021 chega ao fim e Parauapebas vem colecionando grandes inaugurações, entre elas, uma das mais esperadas será a chegada das Casas Bahia. Está tudo praticamente pronto e com data de inauguração marcada.

Os parauapebenses irão receber a Casas Bahia nesta quinta-feira (30) pontualmente às 8h30, onde os funcionários estarão de braços abertos esperando os clientes de uma das redes de varejo mais populares de todo o Brasil.

A Casas Bahia de Parauapebas fica localizada na Rua E, número 1088 B, no Bairro Cidade Nova.

 

Sobre s Casas Bahia

Casas Bahia é uma popular rede de varejo de móveis e eletrodomésticos do Brasil. Foi fundada em 1952, em São Caetano do Sul, São Paulo, onde se localiza a matriz, pelo imigrante polonês Samuel Klein, que iniciou como mascate vendendo produtos de porta em porta, sendo que a maioria dos seus clientes eram retirantes baianos, daí o nome da empresa. Apenas em 1957 a primeira loja foi aberta. A rede é a maior varejista de eletrodomésticos e móveis do país.

Colisão entre caminhão e van deixa 7 pessoas mortas e outras 4 gravemente feridas no Pará

Entre os mortos estão seis que estavam na van e a esposa do motorista da carreta, que estava carregada de tintas – que é material inflamável.

De acordo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos tiveram colisão frontal no quilômetro 255 da rodovia. A cidade fica a 200 km de Belém. As vítimas ficaram presas nas ferragens.

A PRF, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a Polícia Militar foram acionados.

Segundo a PRF, a van é do município de São Miguel do Guamá, no nordeste do estado, e estava trafegando no sentido de Paragominas, no sudeste. O caminhão trafegava no sentido contrário ao da van.

Um acidente entre um caminhão e uma van de transporte de passageiros deixou sete pessoas mortas e outras quatro gravemente feridas no início da manhã desta terça-feira (28), na rodovia BR-010, em Aurora do Pará, nordeste do estado.

Entre os mortos estão seis que estavam na van e a esposa do motorista da carreta, que estava carregada de tintas – que é material inflamável.

De acordo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos tiveram colisão frontal no quilômetro 255 da rodovia. A cidade fica a 200 km de Belém. As vítimas ficaram presas nas ferragens.

A PRF, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a Polícia Militar foram acionados.

Segundo a PRF, a van é do município de São Miguel do Guamá, no nordeste do estado, e estava trafegando no sentido de Paragominas, no sudeste. O caminhão trafegava no sentido contrário ao da van.

O motorista do caminhão ficou gravemente ferido. Ainda não há informações sobre os nomes das vítimas. Os feridos foram encaminhados para uma Unidade de Saúde no município.

A PRF informou que uma fez os primeiros procedimentos no local do acidente e ainda deve elaborar o Boletim de Acidente de Trânsito (BAT). A partir do documento, devem ser analisados vestígios deixados no local do acidente para entender a dinâmica da colisão e assim estabelecer as causas.

Após o acidente, a rodovia precisou ser interditada nos dois sentidos para retirada dos veículos. O engarrafamento foi de cinco quilômetros. A pista foi liberada por volta das 11h, segundo a PRF.

 

IBGE: desemprego cai 1,6 ponto percentual e chega a 12,1%

O desemprego no Brasil atingiu 12,1% no trimestre móvel de agosto a outubro de 2021, o que representa queda de 1,6 ponto percentual (p.p.) na comparação com o trimestre de maio a julho de 2021, quando ficou em 13,7%. Em relação ao mesmo trimestre móvel de 2020 (14,6%), o recuo é de 2,5 pontos percentuais.

A população desocupada chegou a 12,9 milhões de pessoas, uma redução de 10,4% ou menos 1,5 milhão, se comparado ao trimestre encerrado em julho, quando eram 14,4 milhões de pessoas. Frente ao mesmo trimestre móvel de 2020 (14,6 milhões de desocupados), caiu 11,3% ou menos 1,7 milhão.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ocupação

De acordo com a pesquisa, a população ocupada atingiu 94,0 milhões de pessoas, com crescimento de 3,6% ou 3,3 milhões de pessoas ante o trimestre anterior e avançou 10,2% ou 8,7 milhões de pessoas, em relação ao mesmo trimestre de 2020.

O nível da ocupação, que é o percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar, foi estimado em 54,6%, segundo o IBGE, o maior desde o trimestre encerrado em abril do ano passado. O resultado representa também uma alta de 1,8 p.p. na comparação com o trimestre de maio a julho de 2021. Lá eram 52,8% e de 4,6 p.p. ante o mesmo período do ano anterior (50,0%).

Crescimento da ocupação

Para a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy, a queda na taxa de desocupação está relacionada ao crescimento da ocupação, como já vinha acontecendo nos meses anteriores. “O aumento no número de ocupados ocorreu em seis dos dez grupamentos de atividades, a exemplo do comércio, da indústria e dos serviços de alojamento e alimentação”, observou.

De acordo com o IBGE, o aumento na ocupação teve influência do número de empregados com carteira de trabalho no setor privado, que alcançou 33,9 milhões, um avanço de 4,1% se comparado ao trimestre anterior. O percentual equivale a 1,3 milhão de pessoas a mais.

“Do aumento de 3,3 milhões de pessoas na ocupação, 40% são trabalhadores com carteira assinada no setor privado. Essa recuperação do trabalho formal já vem ocorrendo nos meses anteriores, desde o trimestre encerrado em julho. Então, embora o emprego com carteira no setor privado ainda esteja em um nível abaixo do que era antes da pandemia, vem traçando uma trajetória de crescimento”, apontou a coordenadora.

Ainda no setor privado, o total de empregados sem carteira cresceu 9,5% ou 1,0 milhão de pessoas. No trimestre encerrado em outubro, a categoria somava 12 milhões de trabalhadores. Em igual período, o número de trabalhadores domésticos sem carteira cresceu 8,0%, e o de empregadores sem Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) aumentou 7,4%. Com isso, a taxa de informalidade atingiu 40,7%, o que significa 38,2 milhões de trabalhadores informais no país.

O crescimento da ocupação influenciado pelo trabalho informal, resultou na queda de 4,6% no rendimento real habitual e atingiu R$ 2.449. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, o recuo é de 11,1%. Já a massa de rendimento, com R$ 225 bilhões, permaneceu estável frente aos dois trimestres.

“Apesar de haver um crescimento significativo da ocupação, a massa de rendimento permanece estável. Isso acontece porque o rendimento do trabalhador tem sido cada vez menor, seja porque a expansão do trabalho ocorre em ocupações de menor rendimento, seja pelo avanço da inflação nos últimos meses”, comentou Adriana.

Conta própria

O contingente de trabalhadores por conta própria subiu 2,6%, somando 25,6 milhões. Conforme a pesquisa, são 638 mil pessoas a mais nesta categoria. O aumento dos trabalhadores domésticos ficou em 7,8% também na comparação com o trimestre terminado em julho, o que representa mais 400 mil pessoas. A maior parte desse aumento também veio do trabalho informal. Foram contratadas 308 mil sem carteira de trabalho assinada.

A população fora da força de trabalho registrou queda de 2,1% em relação ao último trimestre. Essas pessoas que não estavam nem ocupadas nem desocupadas na semana de referência somaram 65,2 milhões de pessoas no trimestre encerrado em outubro. Se comparado ao mesmo período do ano anterior, apresentou recuo de 5,4 milhões de pessoas.

Potencial

Segundo a pesquisa, ante o último trimestre, 436 mil pessoas saíram da força de trabalho potencial. Aí estão as pessoas em idade de trabalhar, nem ocupadas, nem desocupadas, mas que tinham potencial para estar na força de trabalho. O IBGE estimou o contingente em 9,3 milhões de pessoas. Fazem parte do grupo os desalentados, que são pessoas que não buscaram trabalho, mas que gostariam de conseguir uma vaga e estavam disponíveis para trabalhar. Esse grupo caiu 3,8% e foi estimado em 5,1 milhões de pessoas. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando eram Brasil 5,8 milhões de pessoas desalentadas no Brasil, houve queda de 11,9%.

Comércio

O número de ocupados no comércio subiu 6,4%, isso equivale a 1,1 milhão de pessoas a mais trabalhando no setor. Na indústria a alta ficou em 4,6%, ou mais 535 mil pessoas. Conforme a pesquisa, em igual período, mais 500 mil pessoas passaram a trabalhar no segmento de alojamento e alimentação (11,0%). Na construção, foi registrada uma elevação de 6,5% na ocupação ou 456 mil pessoas.

Adriana Beringuy informou que na comparação com o trimestre anterior, dos dez grupamentos de atividades, seis tiveram crescimento na ocupação e os demais ficaram estáveis. “Quando comparamos com o mesmo trimestre do ano anterior, nove apontaram crescimento significativo. Isso indica que a conjuntura econômica do trimestre encerrado em outubro é muito diferente do mesmo período do ano passado. A recuperação já mostra um cenário muito mais favorável para a ocupação”, completou.

Pesquisa

A Pnad Contínua é o principal instrumento para monitoramento da força de trabalho no país. Segundo o IBGE, a amostra da pesquisa por trimestre no Brasil é realizada em 211 mil domicílios com cerca de dois mil entrevistadores, em 26 estados e Distrito Federal, integrados à rede de coleta de mais de 500 agências do órgão.

Por causa da pandemia de covid-19, o IBGE adotou a coleta de informações da pesquisa por telefone desde 17 de março de 2020. “É possível confirmar a identidade do entrevistador no site Respondendo ao IBGE ou via Central de atendimento (0800 721 8181), conferindo a matrícula, RG ou CPF do entrevistador, dados que podem ser solicitados pelo informante”, indicou o IBGE.

Coluna: vai começar a maior competição de garotos do futebol mundial

O calendário do futebol brasileiro começa logo nos primeiros dias de janeiro. Trata-se da tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior, com 128 clubes participantes de todos os Estados, e mais de três mil jogadores buscando um sonho no mundo da bola.

A Copinha, como é carinhosamente conhecida por ter garotos de até 20 anos em ação, será realizada em 32 sedes espalhadas entre o interior de São Paulo, Grande São Paulo, Grande ABC e Capital. Começa no dia 2 e vai até 25 de janeiro, data do aniversário da cidade de São Paulo.

Na primeira fase, os times se enfrentam dentro de cada um dos 32 grupos, com quatro equipes cada, em um total de três partidas para cada um dos 128 participantes. Classificam-se para a segunda fase os dois primeiros colocados de cada chave, em total de 64 times. A partir daí a competição vira mata-mata até a final.

Após ser cancelada em 2021 por causa da pandemia de covid-19, a Copinha volta em 2022 com a corda toda. E respeitando todos os protocolos de saúde. Todos os jogos serão transmitidos ao vivo nas plataformas da internet da Federação Paulista de Futebol (Paulistão Play e Eleven), no YouTube, além de emissoras de TV aberta e fechada. Uma festa da molecada!

A maior competição do futebol mundial na categoria Sub 20 terá 10 clubes do Norte, 12 do Sul, 10 do Centro-Oeste, 13 do Sudeste e 27 do Nordeste. De São Paulo, local da competição, teremos 56 representantes, das quatro principais divisões do futebol paulista.

Na Copinha teremos todos os clubes tradicionais, gigantes, com grande estrutura, inúmeros títulos na categoria e facilidade para revelar novos talentos. Mas, a maioria das equipes, não tem recursos financeiros sequer para viajar de avião para São Paulo. Chegam de lugares distantes, viajando de ônibus por três ou quatro dias, passando o Ano Novo em trânsito, em busca de um sonho. Uma oportunidade única para garotos vingarem no mundo da bola.

Aliás, o sonho dos garotos, independente da camisa que vestem, claro, é sair do time Sub 20 para vingar no futebol profissional. Depois, quem sabe, virar uma revelação, assinar contratos milionários e mudar o padrão de vida da família. O sucesso repentino que o futebol pode proporcionar.

Muitos dos clubes participantes não têm calendário nacional em suas equipes profissionais. Exemplos: Andirá-AC, Bragantino-PA, Taquarussu-TO, Santana-AP, Concórdia-SC, Rondoniense-RO, União ABC-MS, Aster-ES, Serranense-MG, Assu-RN, Canaã-BA, Chapadinha-MA, Desportiva Aliança-AL, Falcon-SE, Perilima-PB e Petrolina-PE, Mixto-MT, entre outros.

De São Paulo também temos clubes que não disputam nenhuma divisão do futebol brasileiro. O maior exemplo é a tradicional Portuguesa, a Lusa, do Canindé, que já revelou grandes talentos para o futebol brasileiro na Copinha, como o saudoso Dener. Em 2022, o time não disputará sequer a Série D no profissional. Mas existem outros clubes tradicionais na mesma situação, como o paulista Juventus, da cidade de Jundiaí, que já foi campeão da Copa do Brasil, XV de Piracicaba e o Comercial, de Ribeirão Preto.

Em São Paulo também teremos clubes novos, engatinhando nas categorias de base, e com planos ousados para o profissional. Por exemplo, o Ibrachina, criado por empresários para fortalecer a integração entre os povos do Brasil e da China, com sede no bairro da Mooca, ao lado do tradicional Juventus.

Tem também o União Futebol Clube, primeira equipe da cidade de Iacanga, fundado no dia 2 de dezembro de 2019, que ainda não está no futebol profissional, mas vem investindo alto na base. Ou o SKA Brasil, da cidade de Santana do Parnaíba, que recentemente foi fundado por empresários chineses em parceria com o ex-jogador Edmilson, que brilhou no São Paulo, no futebol europeu e foi tetracampeão na Seleção Brasileira. Hoje ele é empresário do mundo da bola e vem investindo nesse novo time.

Enfim, com gigantes do futebol brasileiro com calendário nacional, outros tradicionais, mas sem tantos investimentos e passando por enormes dificuldades financeiras, muitos clubes pequenos e médios, e equipes novas, recém-lançadas no mundo da bola, vai começar mais uma Copinha. Uma grande chance de acompanharmos atentos futuros novos talentos. A sorte está lançada. E que venham futuros craques para o futebol brasileiro e, quem sabe, até para o futebol mundial.

Primeira rodada

O primeiro dos grandes a entrar em campo será o Atlético-MG. Em Lins, dia 2 de janeiro, às 20h45, enfrenta o Desportivo Aliança-AL.

De olho no tetracampeonato, o Santos estreia contra o Operário-PR, dia 3 de janeiro, às 21h45, em Araraquara. No mesmo dia, 19h30, em Jaú, o Grêmio desafia o Mixto-MT. Às 15h15, em Taubaté, o Botafogo enfrenta a Aparecidense-GO.

Maior campeão da Copinha, o Corinthians estreia diante do Resende-RJ, dia 4 de janeiro, às 21h45, em São José dos Campos. No mesmo dia, às 15h15, na cidade de Matão, o Fluminense, segundo maior vencedor da competição, encara a Jacuipense-BA.

Ainda no dia 4, o Internacional, campeão de 2020, vai até Mogi das Cruzes para jogar diante do São Raimundo-RR.

Último paulista a levantar a taça (2019), o São Paulo faz a primeira partida dia 5 de janeiro, às 19h30, em São Caetano do Sul, diante do CSE-AL. No mesmo dia, às 15h15, o Palmeiras enfrenta o Assu-RN, em Diadema.

Em Santana do Parnaíba, ainda no dia 5, às 11h, o Vasco terá pela frente o Lagarto-SE. Em Itapira, 19h30, jogam Cruzeiro x Palmas-TO. Às 21h45, em Barueri, o Flamengo encara o Forte-ES.

Confira a programação completa na página da Federação Paulista de Futebol.

Covid-19: Brasil atinge marca de 320 milhões de vacinas aplicadas

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (28) que o Brasil atingiu a marca de 320 milhões de vacinas aplicadas contra a covid-19. Segundo a pasta, a ampla imunização da população gerou redução na quantidade dos casos de pessoas infectadas, de mortes e a ocupação de leitos de UTI.

Conforme os dados, 143 milhões de brasileiros estão com ciclo vacinal completo, 161 milhões estão imunizados com a primeira dose da vacina e 16 milhões receberam pelo menos uma dose de reforço.

“Com o avanço da vacinação foi possível reduzir em mais de 90% o número de óbitos e o número de casos de covid-19, quando comparado ao pico da pandemia, em abril de 2021. Temos hoje, no Brasil, o menor número de óbitos por covid-19 desde abril de 2020”, destaca o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Com a redução dos casos de covid-19, o governo federal definiu, no dia 20 deste mês, as regras para doação de vacinas para outros países, por meio do consórcio Covax.

A produção nacional dos imunizantes da AstraZeneca é feita pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a partir da chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), que também passou a ser feito no Brasil. As vacinas da Pfizer, com tecnologia de RNA mensageiro, também serão feitas em território nacional por meio do laboratório Eurofarma.

“O Brasil deixará de ser um país importador de vacinas e será um país que produzirá vacinas”, completou o ministro.

Crescente número de casos de síndromes gripais faz prefeitura de Canaã cancelar festa de Réveillon

A Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás decidiu, na tarde desta terça-feira (28), cancelar a festa de fim de ano agendada para o dia 31 de dezembro, com a participação da cantora Márcia Felipe. O Governo Municipal optou pela prudência devido ao crescente número de casos de síndromes gripais (febre, tosse, coriza, dificuldade respiratória, etc.), registrados em Canaã, nas últimas semanas. Sem nova data prevista, o show será reagendado para um momento com condições sanitárias favoráveis.

Desde o início do mês de dezembro, o município registrou cerca de 7 mil atendimentos para síndromes gripais na rede pública e privada. O pico de atendimentos ocorreu ontem (27), quando foram realizadas, aproximadamente, mil consultas derivadas da gripe, somando os atendimentos no Hospital de Campanha e no Hospital Cinco de Outubro. A preocupação acentua-se com o recente surto da nova cepa do vírus Influenza, o H3N2, que registrou dezenas de mortes no país e 43 casos confirmados no Estado do Pará.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o período chuvoso do inverno amazônico também coopera para a disseminação das infecções na região que tem por característica o fluxo constante de pessoas de diversos estados do país, podendo acelerar a transmissão. A Semsa recomenda que os cidadãos mantenham os protocolos de saúde e segurança, incluindo o uso de máscaras em locais públicos, higienização das mãos com álcool em gel e que evitem aglomerações.

Grande meteoro explode sobre o Pará, veja o vídeo exclusivo

Após relatos e contatos recebidos, Bramon e Clima ao Vivo iniciaram a busca por imagens e informações sobre o grande meteoro que foi registrado no Pará. O bólido foi captado pelas câmeras do Clima ao Vivo em Uruará/PA (ClicFácil) e Marabá/PA (Júpiter Telecom) no dia 26 de dezembro, último domingo.

A câmera de Uruará registrou o meteoro a aproximadamente 275 Km de distância, enquanto a câmera de Marabá registrou a cerca de 435 km da região onde ocorreu o bólido, a nordeste da cidade de Senador José Porfírio. Análises preliminares indicam grande possibilidade de o meteoro ter gerado meteoritos que podem ter atingido o solo. As equipes da Bramon e Clima ao Vivo continuam trabalhando nas análises técnicas sobre o fenômeno.

Clique na imagem abaixo para ver o vídeo exclusivo:
Meteoro cruzando o céu de Marabá/PA e de Uruará/PA

Relatos

O registro acima foi realmente diferenciado – recebemos informações a partir de relatos de grande clarão com barulho de explosão, e o lugar é bem remoto.

Deixe seu comentário