Publicidade

Advogados entram com pedido de interdição na Justiça para família poder levar Gabriel para Formosa

Após a localização em Formosa (GO) da certidão de nascimento do andarilho Gabriel Costa de Carvalho, que anda descalço e maltrapilho pelas ruas de Parauapebas (PA), os advogados Deivid Benasor e Gildásio Ramos entraram nesta quarta-feira (31) com uma “Petição Inicial de Ação de Interdição”, que foi protocolada – via processo judicial eletrônico (online) junto ao Poder Judiciário Estadual. O pedido foi distribuído para o juiz plantonista Lauro Fontes, atualmente titular da Vara da Fazenda Pública de Parauapebas, que agora analisará o pedido de liminar e nomeará o senhor Izaías Costa de Carvalho, irmão de Gabriel, como seu curador.(Nº do processo: 0804455-58.2018.8.14.0040).


 

Com a liminar concedida a Secretaria de Assistência Social acionará os órgãos competentes para fazer a transferência do andarilho Gabriel para Brasília, onde inicialmente será atendido em um hospital psiquiátrico do Distrito Federal. Foi feito contato com o pessoal do Hospital Vicente de Paula na cidade satélite de Taguatinga  (DF), para que o mesmo seja internado naquela instituição de saúde, especializada em pessoas com problemas psíquicos.

Na terça-feira houve uma tentativa de aproximação do Gabriel com o seu irmão Izaías e o jornalista Lima Rodrigues, que descobriu a família dele em Formosa, mas ele não quis conversa com ninguém. Diante da resistência dele em atender os convites para voltar para casa e não ter noção do que está fazendo, a família decidiu e autorizou os advogados Deivid e Gildásio a entrarem com a “Ação de Interdição” do mesmo.

Gabriel Costa de Carvalho, que circula há alguns anos pelas ruas de Parauapebas, foi entrevistado informalmente pelo jornalista Lima Rodrigues algumas vezes nos últimos dois anos nas ruas da cidade e nessas conversas o repórter conseguiu captar informações sobre a família e a cidade dele.

Após a repercussão da história do Gabriel nas redes sociais do jornalista e no site www.pebinhadeacucar.com.br a família do andarilho foi localizada em Formosa, que fica no Estado de Goiás e a 60km de Brasília. A família então indicou o irmão dele, Izaías, para que viesse até Parauapebas acompanhar todo o processo de transferência. Tudo está sendo feito com o empenho do repórter Lima Rodrigues e o apoio imprescindível da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Parauapebas.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu