Publicidade
Parauapebas

Após matar esposa em Parauapebas, homem foge, usa Facebook e diz que foi acidente

Um homem que se apresenta na rede social Facebook como Thalles Azevedo Alboquerque, que teria uma união estável com Jacy Monteiro, 28 anos, assassinada por ele na manhã do último domingo de Páscoa (16), por volta das 4 horas da manhã, trocou a foto de perfil de sua conta (onde estava sozinho) e colocou uma dele e de Jacy em momento de aparente harmonia no passado.

A foto faz parte de um álibi proposto por Thalles, de que ele teria assassinado Jacy num suposto acidente. Vale lembrar que a vítima foi morta por um projétil disparado de um revólver calibre 38, de acordo com informações da polícia.

O certo é que até o momento, apesar de não ter sido localizado, Thalles Azevedo está se comunicando pelo Facebook, alegando ter atirado na ex-companheira por acidente. Alguns amigos em comum da vítima e do assassino chegam a conversar com ele por comentários da atual foto de perfil de sua conta. Em um dos trechos, uma amiga de Jacy pergunta: “Por q vc tiro a vida da minha amiga por q”. O acusado responde: “Foi um acidente ….”.

Vítima e acusado aparecem em foto de arquivo

 

Se foi um acidente ou não, existe muita comoção e “sede de justiça” no caso de Jacy. Familiares e amigos contam que ela era um moça alegre e amiga de todos, que não merecia morrer assim. A Polícia Civil, precisamente o Departamento de Homicídios, já está ciente do caso e já planeja a prisão de Thalles.

Veja abaixo o texto publicado pelo Thalles em sua conta no Facebook:

“Primeira mente quero pedir desculpa a todos amigos e família da minha esposa jacy ontem aconteceu uma grande fatalidade tirei a vida da minha guerreira que amo muito… Um acidente atirei nela sem querer acidentalmente jamais eu ia fazer isso por maldade a arma disparou quando eu mostrava pra ela …ae aconteceu isso disparou e ela faceleu na hora tour muito triste por isso me sentido muito mal aqui peço mil perdão a todos da família dela eu não tava só com ela em casa tem testemunha que tava lá na hora do acontecido eu jamais ia tirar a vida de uma pessoa que eu sei que me amava e eu amava muito ela ….ela ta num bomm lugar ao lado de deus …muitos não pode acredita mas quem me conhece sabe e quem tava perto também sabe e viu na hora ….ia ser duas mortes os mesmo tempo porque eu ia me suicida na hora quem tava lá não deixou… Ela sabe que não foi por maldade que isso aconteceu e deus ta no seu também um dhia eu vou pagar isso seja na terra ou no céu mas vou pagar sei que ela.não vai ta entre nos mas ela ta lá encima e sabe oque aconteceu…. Peço mil perdão a todos amigos e família dela sou Homem jamais ia fazer isso com minha guerreira mas infelizmente aconteceu … — sentindo-se mal”.

 

Até o momento, ele está na condição de foragido da polícia. A Divisão de Homicídios da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas pede a quem tiver alguma informação do paradeiro do assassino, entrar em contato por meio do (94) 3346-2250. A identidade será mantida em absoluto sigilo.

Reportagem: Vinícius Nogueira / Papo Carajás

Publicidade

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 99121-9293 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top
error: Reprodução proibida!