Centro Cultural de Parauapebas é inaugurado

Centro Cultural de Parauapebas é inaugurado

O Centro Cultural de Parauapebas chega com o que há de mais moderno em som, sala de áudio e vídeo, anfiteatro com capacidade para aproximadamente 200 pessoas e acústica de primeiro mundo, sala de danças etc. Foi esse importante espaço que a mineradora multinacional Vale, em parceria com a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), inaugurou no último sábado (9).

Além da presença de autoridades, entre elas, o prefeito Darci Lermen (PMDB), o deputado Gesmar Costa (PSD), vários vereadores, e militantes da cultura no município, o ato inaugural foi feito com muito carimbó com os grupos cultura popular Raízes Parauara, Tradições Culturais Xuatê Carajás e Expressão Cultural Retumbá, mostra de artes plásticas, com as telas de Tiago Teigo e Afonso Camargo; mostra de artesanato da Cooperativa Mulheres de Barro e exposição de livros de autores locais. A Escola de Música de Parauapebas e o poeta Paulo Reis também fizeram breves apresentações.

Sobre o Centro Cultural de Parauapebas

A obra, localizada na Rua Um, s/nº, Quadra Especial (loteamento Alvorá, atrás do Partage Shopping), no bairro Apoena, foi executada pela empresa Vale S. A., em acordo com o Ministério Público do Trabalho. O Centro, conta com prédio adaptado ao acesso de pessoas com deficiência e foi equipado para cada especialidade artística.

A sala audiovisual tem estações completas de trabalho, com computadores, projetor multimídia e tela de projeção; a sala de música conta com revestimento acústico, assentos e suporte de partituras para a execução das aulas e uma sala para depósito de instrumentos musicais. O estúdio de dança foi projetado com piso especial, barras e espelhos.

No teatro, além da capacidade para 200 pessoas e sistema de sonorização e iluminação, existem dois camarins coletivos e dois individuais (masculino e feminino) e um depósito para materiais cênicos. O público terá à disposição também uma biblioteca, com mais de 2 mil títulos. O centro conta com bilheteria para eventos e uma estrutura de mezanino para área técnica com sala administrativa, vestiários completos (masculino e feminino), banheiros públicos e adaptados.

Problemas elétricos

Durante a programação de inauguração, houve um problema elétrico na parte da sonorização e iluminação do palco; com isto, a peça de teatro “Socorro quer casar!”, da Associação de Teatro de Parauapebas, que seria apresentada como atração principal naquele ato inaugural, foi cancelada.
A pedido do prefeito Darci Lermen, em outra data será marcada a apresentação da peça, devendo ser aberta ao público.

 

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!
Portal Pebinha de Açúcar 11 anos | Você merece o melhor conteúdo!
toggle