Banner Educar


DADOS INÉDITOS: Pará tem 65% dos requerimentos de lavra garimpeira do Brasil; veja Marabá e Pebas

DADOS INÉDITOS: Pará tem 65% dos requerimentos de lavra garimpeira do Brasil; veja Marabá e Pebas

A Associação Paraense de Engenheiros de Minas (Assopem) vai realizar nos próximos dias 26 e 27 de maio, em Marabá, o curso inédito de “Regimes de Aproveitamento dos Recursos Minerais” sob a batuta do engenheiro de minas Adriano Paiva, consultor mineral. Um dos pontos altos é o tema Regime de Permissão de Lavra Garimpeira (PLG), acerca do qual a Associação fornece, agora, dados exclusivos e atualizados do panorama no Pará.

Além dos famosos ouro e diamante, de conhecimento universal como minerais garimpáveis, também os são cassiterita, columbita, tantalita, volframita, scheelita, rutilo, quartzo, berilo, moscovita, espodumênio, lepidolita, feldspato, mica e outros tipos de ocorrência que vierem a ser indicados a critério da Agência Nacional de Mineração (ANM).

O Brasil tem ativos hoje, cadastrados junto à ANM, 131 processos de requerimento de disponibilidade para lavra garimpeira, 68 dos quais no Pará e a imensa maioria entre os municípios de Itaituba e Novo Progresso. Há também 17.565 requerimentos de lavra garimpeira Brasil adentro, sendo que 11.433 estão aqui no Pará, também concentrados sobremaneira no oeste paraense e em alguns municípios do sul do estado.

Em Marabá, local onde o curso será ministrado, também há 51 processos dessa natureza, cinco deles protocolados junto à ANM este ano. A maioria visa a ouro, diamante e quartzo. No vizinho Parauapebas, são quatro requerimentos de lavra garimpeira, três para ouro e um para cassiterita, sendo o mais recente protocolado ano passado. Já em Canaã dos Carajás são sete processos, todos de para ouro, sendo um de 2013, um de 2015, dois de 2016 e três protocolados em 2017.

O campeão nacional é Itaituba, com impressionantes 10.328 requerimentos de lavra garimpeira junto à Agência Nacional de Mineração até o dia de hoje. Por lá, já são 76 requerimentos só deste ano.

Fonte: Assopem

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!