Publicidade

Escritor Souto Maior visita Parauapebas e concede entrevista ao Portal Pebinha de Açúcar

Conhecido pelo seu jeito descontraído de se expressar pondo sempre uma pitada de humor mesmo ao ensinar, o escritor Souto Maior tem feito um grande trabalho usando seu dom.
Os ensinamentos repassados por ele vêm através de livros, músicas e palestras. Ao todo são 16 livros lançados, 383 composições e inúmeras palestras proferidas no Brasil e também no exterior.

José Roberto Souto Maior, é seu nome, jogador de futebol foi sua profissão na juventude e ajudar garotos carentes foi o que escolheu fazer através do esporte. Em visita a Parauapebas, concedeu entrevista ao jornalista Francesco Costa, do Portal Pebinha de Açúcar e falou sobre esta incrível arte de se comunicar.


Portal Pebinha de Açúcar: Como começou sua aptidão por escrever?

Souto Maior (SM) – Me considero um simples escritor. Desde muito garoto que tive o anseio de aprender com a vida, esta escola universal que é o mundo onde o Tempo é o professor, para poder ajudar aos meus semelhantes transmitindo uma palestra de motivação para ajuda-las a viver melhor, sentindo o prazer de estar em uma empresa, entendendo-a como uma família, independente da função que nela ocupe. Além de incentivar as pessoas a valorizar o local onde ganha o pão de cada dia.
Meu pensamento sempre foi falar sobre as três colunas na quais se equilibram a vida: o trabalho, a família e a religião. O trabalho é a fonte de sobrevivência do ser humano e, além disto, dá dignidade, evita depressão, stress e um tanto de coisas que não são boas; a família, dá sustentabilidade ao indivíduo que aprende ali a conviver em sociedade; e a religião nos traz orientação espiritual e nos aproxima de Deus.

Portal Pebinha de Açúcar: No início o que faltava para lançar mão desta sua vontade?

(SM) – Falta a oportunidade. Ela foi surgindo nas minhas andanças como jogador de futebol pelo Brasil e exterior. Agora estou fazendo um trajeto de vida diferente e graças a deus bem aceito por onde ministro minhas palestras: Estados Unidos, Espanha, Bolívia e em todas as regiões brasileiras.

Portal Pebinha de Açúcar: A religião que lhe trouxe orientação espiritual norteou o senhor nesta missão?

(SM) – Com certeza. Nós partimos do princípio do pensamento, e basta entendermos que tem uma fonte lá em cima que erradia a energia para nosso pensamento materializamos isto e transmitimos às pessoas. E isto influi muito a religião.

Portal Pebinha de Açúcar: A grande maioria das pessoa não tem o habito da leitura e quando o faz não é livros com orientação do bem; o que leva as pessoas a ter tanta repulsa a buscar orientação nos livros?

(SM) – O que atrapalha a trajetória é sua velocidade. E hoje a vida está com muita velocidade, e isto tem atrapalhado a muitos. A cultura, o conhecimento são coisas que levamos sempre. O conhecimento é a base principal para enxergarmos a natureza, a Deus e a nós mesmos.
É preciso saber quem somos e a capacidade que temos. Todo somos capazes, só precisamos fazer o exercício da capacidade dentro de si. Mas tudo isto é bloqueado pela falta de interesse das pessoas que não sabem que um livro, uma palestra e uma orientação pode salvar uma vida; o mesmo se pode dizer de uma palavra ou uma boa leitura, que pode tirar muitos do engano.

Portal Pebinha de Açúcar: O senhor fez um cercamento de informações colocando seus conhecimentos em músicas, livros e palestras; qual foi o motivo disto?

(SM) – A ideia foi exatamente alcançar a todos. Tem gente que não tem tempo nem paciência de ler um livro; este houve a música, outros vão às palestras. E assim acabo atingindo a meta que é alcançar o maior número de pessoas possível.
Estou lançando agora um livro narrado o que ajudará também aos que não costumam ler; o conteúdo é sobre a Atlândida. Já para leitura, meu mais atual livro é “Doutor Pensamento, curador de si mesmo”. Nele ajudo as pessoas a materializar o pensamento e descobrir sua capacidade prosperando na vida tanto na esfera material quanto espiritual.
Minha inspiração veio das dificuldades que passei e hoje tento ajudar as pessoas a se livrar de vícios, medos e inseguranças. Mostro isto no livro “Pensamentos firmes são gotas de luz”. Escrevi e distribui nos presídios e hospitais o livro “A liberdade é um vôo direto a Deus”, neste falei de curas e liberdade.

Portal Pebinha de Açúcar: Qual o tema de motivação usado nos seus livros:

(SM) – Tento mostrar às pessoas o valor do que ele tem, afinal enquanto ele quer sair do emprego tem muitos querendo entrar. Oriento a dar valor nas pequenas coisas, se não tem piscina em casa, que agradeça pelo chuveiro; se não tem carro, agradeça pela bicicleta, e se não tem a bicicleta agradeça pelos pés que a faz andar.
Mas alerto também aos dirigentes da empresa que aquela pessoa tem um importante valor, que é ela quem faz a empresa funcionar e merece reconhecimento e respeito, pois tá dando prosperidade à empresa.
Quando ministro palestra para empresas, gosto que os funcionários levem as esposas e filhos, pois entendo que eles fazem parte do dia-a-dia. É em casa que o marido começa o seu desempenho e se ele tá bem com a família seu rendimento certamente será melhor e maior.
Quero deixar a este povo de Parauapebas votos de que este lugar prospere. Que lutem junto com o poder público. Entendendo que todos tem falhas, mas tem também qualidades. E sintam-se felizes aqui.

Reportagem e foto: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu