Publicidade

Gasolina de Parauapebas é uma das mais caras do Pará

O Balanço efetuado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) com base em dados da ANP – Agência Nacional do Petróleo, mostra que mesmo sem reajuste oficial, a semana passada encerrou com o litro da gasolina sendo comercializado mais caro em postos de combustíveis do Pará.

Foram três semanas consecutivas de altas nos preços do produto. Ainda de acordo com as analises do Dieese/Pa, a semana passada fechou com o preço médio sendo comercializado a R$ 4,775, com o menor preço vendido a R$ 4,269 e o maior a R$ 5,339. Na semana anterior, o valor médio do litro da gasolina estava mais barato e foi comercializado a R$ 4,724, com o menor preço sendo vendido a R$ 4,250 e o maior a R$ 5,250.


Na semana de 16 a 22 de setembro, o município paraense que comercializou o litro da gasolina mais caro foi Abaetetuba, nordeste paraense, custando em média R$ 5,184, seguido de Parauapebas que custou, em média R$ 5,173; Altamira a R$ 5,163; Redenção a R$ 5,105; Conceição do Araguaia, em média a R$ 5,105; Paragominas que custou R$ 5,064; Xinguara a R$ 5,046 e Alenquer, com o custo de médio de R$ 5,025. Em Belém o litro da gasolina foi comercializado na semana passada a R$ 4,665, com os preços oscilando entre R$ 4,520 a R$ 4,899.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu