Publicidade

Goleada no Re x Pa deixa o Leão perto do título

Clássico é o tipo de jogo em que qualquer prognóstico antes da partida se torna irrelevante quando a bola começa a rolar. Olhando para a relação de desfalques, o Clube do Remo surgia em leve desvantagem com oito atletas suspensos, cinco deles titulares, enquanto o Paysandu tinha apenas três atletas suspensos, dois do time principal.

Consciente de suas restrições o Leão se fechou bem na defesa e explorou os contra ataques e, em noite brilhante de Leandro Cearense e desastrosa da equipe bicolor, o clube de Periçá saiu do gramado com uma goleada soberba – 4 a 1, gols de Johnatan, Leandro Cearense, Ratinho e Charles (contra para o Leão), e Héliton descontando para o Paysandu. Para ser campeão domingo, o Remo pode até perder por até 2 gols de diferença, enquanto ao Papão só resta tentar uma goleada por 4 a 0. Vitória bicolor por 3 gols de diferença leva a decisão para os penais.


O primeiro tempo começou com o domínio do jogo nas mãos do Paysandu. Com mais posse de bola e troca de passes que o seu rival, o time do técnico Mazola pecava pela falta de objetividade e não chegou a exigir grandes defesas do arqueiro Maicky Douglas. Quando o Remo respondeu, no entanto, foi fulminante. Aos 12 minutos Leandro Cearense fez grande jogada pela direita e cruzou para o meio da área, completamente atrapalhado Charles chutou contra o próprio gol sem chances para Matheus – 1 a 0 Remo. O zagueiro e capitão bicolor perdeu o controle após o gol e, aos 17 minutos, foi expulso após levantar o pé no peito do volante Johnatan. Apesar de ter um jogador a mais, o Remo seguia se segurando no campo de defesa e o Paysandu tocando a bola sem criar grandes chances de perigo.

Na segunda etapa, o time do técnico Roberto Fernandes retornou mais tranquilo e, segurando a bola, e avançando com ligações pelas laterais, chegou rapidamente ao segundo gol. Leandro Cearense novamente fez grande jogada pela direita e rolou para Johnatan soltar o pé de fora da área – 2×0 Remo com apenas 1 minuto de segunda etapa. O gol deixou o time bicolor desnorteado, e o Leão passou a controlar o jogo e exigir defesas importantes do goleiro Matheus. Após as entradas de Héliton e Marcos Paraná, o time bicolor começou a equilibrar as ações e ameaçou reagir com o gol de Héliton, que recebeu sozinho na grande área passe de Marcos Paraná e descontou.

Quando parecia que o jogo poderia ficar aberto outra vez, o Leão tratou de tomá-lo a seu favor den ovo. Roni driblou pela lateral direita e Leandro Cearense, de cabeça, fez 3 a 1 aos 30 minutos. Aos contra ataques o atacante azulino, que participou dos 4 gols, se consagraria – ganhou na velocidade de Ricardo Capanema e serviu Ratinho que, sozinho, fuzilou o gol de Matheus. 4×1 Remo, com direito a olé e gritos de campeão das arquibancadas.

Fonte: DOL

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu