Publicidade

Inquérito policial de morte brutal tem prazo legal de até 30 dias para ser concluído

A jovem foi morta brutalmente no Morro do Macaco

A Polícia Civil instaurou inquérito, nesta quarta-feira (15), para apurar o assassinato da adolescente Maria Eduarda Silva Azevedo, 16 anos, que foi encontrada morta, na manhã desta quarta-feira (15), na região conhecida como Morro do Macaco, localizado no bairro Rio Verde, em Parauapebas, sudeste paraense.

Uma equipe da Delegacia de Homicídios de Parauapebas, acompanhada por peritos criminais, esteve no local para iniciar as investigações. A vítima estava desaparecida desde a noite da terça-feira (14). De tarde, por volta de 15 horas, os pais a deixaram na escola onde ela estudava. O boletim de ocorrência do desaparecimento foi registrado.


Um vídeo em que a vítima já aparece morta passou a circular na noite desta terça-feira. Nas imagens, a morte é atribuída a integrantes de facções criminosas. A menor foi morta a golpes de objeto cortante no pescoço. O corpo foi removido para passar por exame de necropsia. As imagens e outras informações coletadas no local do crime serão usadas nas investigações. O inquérito policial tem prazo legal de até 30 dias para ser concluído.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu