Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Projeto de vereador quer criar o Dia da Mulher Adventista em Parauapebas

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Parauapebas o Projeto de Lei nº 88/2024, de autoria do vereador Josemir Silva (União), que institui o “Dia da Mulher Adventista” no âmbito do município, a ser comemorado anualmente no segundo sábado do mês de março.

De acordo com a proposição, poderão ser realizadas na referida data: feira de saúde, atividades culturais, educativas e sociais com palestras, workshops e exposições, voltadas para a promoção dos direitos das mulheres e o fortalecimento dos valores adventistas.

Para Josemir, a criação do “Dia da Mulher Adventista” é uma maneira de reconhecer a importância dessas mulheres, de promover a igualdade de gênero e o respeito à diversidade religiosa na comunidade.

“As mulheres adventistas desempenham um papel significativo em nossa sociedade, contribuindo ativamente para o desenvolvimento social, cultural e econômico de Parauapebas. São líderes em suas comunidades, educadoras, profissionais dedicadas, mães e esposas exemplares, e têm contribuído significativamente para o progresso e bem-estar de nossa cidade”, argumentou.

O Projeto de Lei nº 88/2024 foi aprovado na sessão ordinária desta terça-feira (14) e encaminhado para sanção ou não do prefeito Darci Lermen.

TRANSPORTE PÚBLICO: Com frota sucateada em Parauapebas, vereadores pedem ampliação e regulamentação dos horários

Os vereadores Josivaldo da Farmácia (PSDB) e Miquinha (PT) propuseram melhorias no serviço de transporte público de Parauapebas na sessão ordinária desta semana da Câmara Municipal de Parauapebas.

Ampliação da frota

Na Indicação nº 183/2024, Josivaldo da Farmácia pediu ao governo municipal que amplie e renove a frota de transporte público municipal, para melhorar a qualidade do serviço em Parauapebas.

“A ampliação e renovação das frotas vão garantir a pontualidade dos horários de linha, aumentando assim a produtividade e qualidade de vida de quem utiliza esse meio, sendo em maioria trabalhadores, estudantes e consumidores, além de evitar a superlotação dos mesmos com o aumento da frota”, justificou o parlamentar.

Regulamentação dos horários

Miquinha solicitou ao governo municipal, por meio da Indicação nº 189/2024, que providencie a regulamentação dos horários do transporte público de Parauapebas, tendo em vista que o tempo de espera dos passageiros é superior a mais de uma hora.

Segundo o parlamentar, os trajetos atuais estão mal elaborados, resultando em percursos longos e desnecessários. “Isso não só aumenta o tempo de viagem, mas também contribui para o congestionamento e a poluição”, relatou.

“Acredito que a implementação de horários regulares de transporte, a revisão dos trajetos e a garantia de disponibilidade suficiente de veículos, especialmente durante os horários de pico, beneficiarão enormemente os cidadãos de nossa cidade”, acrescentou Miquinha.

Aprovadas por unanimidade, as duas indicações foram dirigidas ao prefeito Darci Lermen e ao secretário municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, Denis Assunção.

Parauapebas e Canaã estão entre os 10 municípios paraenses com maiores percentuais de pessoas alfabetizadas

O IBGE realiza mais uma etapa de divulgação dos resultados oficiais do Censo Demográfico 2022. Agora, com o tema: Alfabetização da População Brasileira, com dados que contemplam recortes para os níveis territoriais Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação e Municípios, segundo grupos de idade, cor ou raça e sexo das pessoas de 15 anos ou mais de idade, além de recorte específico sobre a população indígena. No Pará, a Taxa de Analfabetismo caiu de 11,7% (2010) para 8,76% (2022).

O Censo 2022 revelou que, no Brasil, a Taxa de Analfabetismo caiu de 9,6% (2010) para 7% (2022. Com isso, o levantamento de 2022 mostra que 93% da população brasileira é alfabetizada: do total de 162.951.495 de habitantes, 151.547.694 são alfabetizados e 11.403.801 não são alfabetizados (7%). No Pará, 91,24% da população é alfabetizada (5.592.512 habitantes), enquanto 8,76% não é alfabetizada (536.677 pessoas).

Ranking nacional de não alfabetizados

No ranking entre todas as Unidades da Federação (UFs), o Pará aparece como o 8º do país com maior quantidade (em números absolutos) de população residente não alfabetizadas e o 12º com maior percentual de sua população não alfabetizada.

Na região Norte, o Pará detém o 3º maior percentual de pessoas não alfabetizadas sobre o total de residentes (8,76%), abaixo do Acre (primeiro da lista, com 12,13% da população não é alfabetizada) e Tocantins (segundo colocado, com 9,06% de não alfabetizados).

SEXO

As mulheres representam mais da metade das pessoas alfabetizadas no Pará: dos 91,24% alfabetizados no Pará, 46,66% (ou 2.859.911 habitantes) são mulheres e 44,58% (ou 2.732.601 habitantes) são homens. Já entre os 8,76% de não alfabetizados, os homens representam 4,96% (303.820 homens) e as mulheres 3,80% (232.857 pessoas).

IDADE

Pará: Alfabetização por faixas etárias

15 a 19 anos11,58%0,28%
20 a 24 anos11,27%0,28%
25 a 34 anos20,64%0,68%
35 a 44 anos19,19%1,29%
45 a 54 anos13,15%1,69%
55 a 64 anos8,54%1,81%
65 anos ou mais6,87%2,74%

 

PARÁ – TAXA DE ALFABETIZAÇÃO

A Taxa de Alfabetização é o mesmo que “percentual de população residente que seja alfabetizada”. Assim, o Censo 2022 revelou que o Brasil tem Taxa de Alfabetização de 93% (93% da população que reside no Brasil é alfabetizada). Em 2010, o Brasil tinha Taxa de Alfabetização de 90,4%. A Taxa de Alfabetização do Pará que, em 2010 era de 88,3%, chegou a 91,2% em 2022, ficando em 16º lugar no ranking entre as Unidades da Federação.

No Pará, a Taxa de Alfabetização em 2022 foi maior para a população feminina: 92,47%, enquanto a população masculina alcançou taxa de 89,99%.

No recorte por cor ou raça, a população Amarela foi a de maior Taxa de Alfabetização no Pará: 95,51%, indicando que 95,51% dos residentes no Pará que se autodeclararam como “amarelos” são alfabetizados. Em seguida, aparece a população Branca            (93,43% dos brancos que vivem no Pará são alfabetizados). A população Parda (que é maioria no Pará) aparece em 3º lugar, com taxa de 91,17%. Em 4º lugar está a população Preta, com taxa de 88,34%. Por fim, a população Indígena do Pará apresentou taxa de alfabetização de 83,3%.

CENSO 2022: Taxas de Alfabetização por Faixas Etárias:

(população de 15 anos ou mais residente no Pará)

15 a 19 anos97,67%
20 a 24 anos97,62%
25 a 34 anos96,81%
35 a 44 anos93,72%
45 a 54 anos88,61%
55 a 64 anos82,52%
65 anos ou mais71,49%

 

MUNICÍPIOS PARAENSES

No ranking dos municípios paraenses com maiores percentuais de sua população local não alfabetizada (Taxa de Analfabetismo), os 10 primeiros da lista são: Nova Esperança do Piriá (onde 22,93% da população não é alfabetizada), Anajás (22,58% de residentes não alfabetizados), Afuá (22,02%), Garrafão do Norte (21,87%), Portel (20,55%), Cachoeira do Piriá (20,22%), Bonito (20,17%), Palestina do Pará (19,89%), Melgaço (19,88%) e São João do Araguaia (19,38%).

No ranking nacional, três municípios do Pará estão entre os 1.000 primeiros da lista: Nova Esperança do Piriá é o 592º colocado; Anajás é o 647º colocado; Afuá é o 734º colocado.

Breves, na Ilha do Marajó (PA), teve destaque como 2ª maior Taxa de Analfabetismo entre os municípios brasileiros com população de 100 mil a 500 mil habitantes. Breves tem população de 106.968 habitantes e 18,4% são analfabetos (20.217 pessoas).

Os 10 municípios paraenses com maiores percentuais de suas populações locais alfabetizadas (Taxa de Alfabetização) são Ananindeua (onde 97,2% da população local é alfabetizada), Belém (com 97,05% de seus residentes alfabetizados), Marituba (95,61%), Santarém (95,39%), Terra Santa (94,94%), Canaã dos Carajás (94,85%), Parauapebas (94,56%), Benevides (94,44%), Soure (94,37%) e Castanhal (94,12%).

No ranking nacional (lista todos os 5.570 municípios do Brasil), três municípios paraenses estão entre os 1.000 primeiros da lista: Ananindeua aparece na 283ª colocação; Belém ocupa a 338ª colocação; Marituba é o 906º colocado.

INDÍGENAS

No Pará, 84,74% da população indígena é alfabetizada (43.729 pessoas) e 15,26% não é alfabetizada (7.873 pessoas). Mais da metade dos indígenas alfabetizados são homens (43,02% do total de 84,74%. O percentual de mulheres é 41,73%).

PARÁ: Alfabetização da população indígena, por faixas etárias:

Faixa etáriaAlfabetizadosNão alfabetizados
15 a 19 anos15,91%1,23%
20 a 24 anos13,47%1,12%
25 a 34 anos20,18%1,92%
35 a 44 anos15,25%2,24%
45 a 54 anos9,61%2,53%
55 a 64 anos5,66%2,29%
65 anos ou mais4,65%3,92%

 

A Taxa de Alfabetização dos indígenas que residem no Pará é de 84,74%, sendo a 15ª maior do Brasil. No recorte por sexo, a taxa para homens indígenas chegou a 86,82% e a das mulheres ficou em 82,70%.

Faixas etáriasTaxa de Alfabetização
15 a 19 anos92,82%
20 a 24 anos92,33%
25 a 34 anos91,3%
35 a 44 anos87,17%
45 a 54 anos79,15%
55 a 64 anos71,16%
65 anos ou mais54,31%

 

Em números absolutos, a faixa etária de 25 a 34 anos é a de maior quantidade de pessoas indígenas alfabetizadas (10.415 pessoas do total de 43.729 alfabetizados). A segunda faixa etária com mais pessoas alfabetizadas entre os indígenas vai de 15 a 19 anos (8.212 pessoas) e a terceira vai de 35 a 44 anos (7.871 pessoas alfabetizadas).

A versão completa dos resultados ora divulgados pode ser consultada no portal do IBGE (www.ibge.gov.br) e no Sistema IBGE de Recuperação Automática (sidra.ibge.gov.br).

Guarda Municipal de Parauapebas recupera no Alto Bonito motocicleta que foi furtada no Vila Rica

Homens da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), que faz parte da Guarda Municipal de Parauapebas (GMP), recuperaram na tarde desta sexta-feira (17), uma motocicleta Honda Pop 100, que havia sido furtada na “Capital do Minério”.

Segundo Informações fornecidas pelas autoridades policiais ao Portal Pebinha de Açúcar, os agentes estavam em rondas pelo Residencial Alto Bonito, quando avistaram o veículo estacionado de forma suspeita. Os guardas procederam com a averiguação da motocicleta e constataram a restrição de furto através de sistema.

O veículo que havia sido furtado no Bairro Vila Rica foi apresentado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas para os procedimentos cabíveis.

Reportagem: Márcio Alves  |  Correspondente policial do Portal Pebinha de Açúcar

Sebrae realiza a 15ª edição da Semana do Microempreendedor Individual na região de Carajás

O Sebrae no Pará vai realizar mais uma Semana do Microempreendedor Individual na Região de Carajás, um dos eventos mais esperados pela categoria e que está em sua 15ª edição. Trata-se do maior evento de empreendedorismo e negócios para o segmento no Brasil, com programação online e presencial, toda gratuita. Na Semana do MEI, que ocorrerá de 20 a 24 de maio, serão ofertadas 13 capacitações presenciais, nos municípios de Parauapebas, Canaã dos Carajás, Curionópolis e Eldorado do Carajás. As inscrições são gratuitas e já podem ser feitas no site www.pa.loja.sebrae.com.br/semanadomei.
Nesta edição, a Semana do MEI vai focar nos setores com maior abertura de empresas no estado: comércio varejista de artigos de vestuário, cabeleireiros e manicures, minimercados, promotores de vendas e restaurantes.

Atualmente, no Pará estão registrados 332.539 MEI, na região do Carajás são 18.470 MEI.

Atendimento
Para melhor organização durante o evento, donos de pequenos negócios ou aqueles que desejam empreender serão atendidos conforme o estágio de seus negócios: Formalização, Regularização ou Negociação de dívidas.

Serviços
Serão ofertadas 13 capacitações na região Araguaia, entre oficinas e encontros, orientações, tendências, boas práticas de mercado, com temáticas variadas e fundamentais para quem quer começar bem ou alavancar o negócio que já tem.
São disponibilizados diversos atendimentos, como formalização, emissão de documentos, orientações especializadas, alteração/atualização de cadastros, baixa de MEI, desenquadramento, negociações de dívidas e Declaração Anual do Simples Nacional, cujo prazo termina no próximo dia 31 de maio.

Em quatro anos, Vale amplia engajamento de fornecedores na redução de suas emissões de carbono

Uma parceria entre a Vale e o CDP Latin America ampliou o engajamento de fornecedores da empresa no reporte e mensuração de suas emissões de gases do efeito estufa (GEE). Estabelecida em 2020, a parceria aumentou de 55% para 98% o número de fornecedores engajados com o tema. Essas empresas divulgaram seus dados climáticos sobre suas emissões de forma satisfatória e dentro do prazo requisitado pela organização.

Ao longo dos últimos quatro anos, 566 fornecedores da Vale aderiram de forma voluntária à iniciativa. Eles foram selecionados por executarem atividades críticas, considerando o volume de emissões e o impacto para o negócio da empresa. Não estão incluídos neste grupo clientes siderúrgicos e fornecedores da área de navegação. Os fornecedores selecionados em 2023 representam 30% do dispêndio global da empresa.

Somados, esses fornecedores reportaram uma redução de emissões de 350 milhões de toneladas de CO2eq por ano desde 2020 ou o equivalente à emissão de 83 milhões de carros compactos.

“Queremos ter um papel-chave na redução das emissões de carbono do planeta e uma das maneiras de atingir esse objetivo é por meio de parcerias”, explica Marco Braga, diretor de Suprimentos da Vale. “Trabalhamos para atingir nossas metas de redução de emissões e também para trazer nossos fornecedores conosco nessa jornada de descarbonização”.

A Vale estabeleceu uma meta de reduzir em 15% suas emissões de escopo 3, relativas à cadeia de valor, até 2035, o que inclui os fornecedores.

Referência na elaboração de reportes como esse, tendo avaliado mais de 23 mil empresas e 1.100 governos regionais, o CDP é uma organização internacional que administra o maior sistema mundial de divulgação de dados ambientais para empresas, cidades, estados e regiões, por meio do Programa Supply Chain. A organização foi uma das responsáveis pelo desenvolvimento do Science Based Targets Initiative (SBTi), que elaborou metodologias para metas baseadas em ciência que visam o atingimento das ambições definidas pelo Acordo de Paris: limitar o aquecimento global a um patamar bem abaixo de 2º C acima dos níveis pré-industriais e perseguir a limitação do aquecimento em 1,5ºC.

Além de orientar no reporte e mensuração dos dados climáticos, o CDP disponibiliza acesso a cursos de capacitação gratuitos. Desde 2020 foram realizados oito webinars para fornecedores pelo CDP e três fóruns pela Vale.

Em 2023, foi encerrado o primeiro ciclo da parceria e teve início o segundo ciclo, que terá duração até 2025. Após elevar o nível de engajamento, o objetivo da parceria para essa nova fase é aumentar o grau de maturidade dos fornecedores em relação ao reporte e medição das emissões, uma métrica estabelecida pelo CDP. Para dar maior foco, o número de empresas envolvidas foi reduzido de 500 no primeiro ciclo para cerca de 200.

“O grau de maturidade mede o quanto o fornecedor aderiu de fato às melhores práticas em relato e medição de emissões. No início da parceria, tínhamos 14% classificados como grau A ou B e no ano passado já chegamos a 26%. É um caminho que vamos seguir percorrendo para ampliar o envolvimento dos fornecedores com o tema das mudanças climáticas”, explica Fabiana Paixão Silva, líder do Programa Carbono na Cadeia de Valor, da Vale.

A Vale no combate às mudanças climáticas

A Vale estabeleceu metas para reduzir suas emissões de gases de Efeito Estufa de escopos 1 e 2 (diretas e indiretas) em 33% até 2030 e zerar suas emissões líquidas até 2050. A empresa também propôs a meta de reduzir suas emissões de escopo 3, relativas à cadeia de valor, em 15% até 2035. A estratégia para atingir esses objetivos se baseia em oferecer produtos de qualidade, que ajudem a reduzir a pegada de carbono dos seus clientes; utilizar a capacidade de inovar para oferecer soluções à indústria; e estabelecer parcerias, principalmente com clientes e fornecedores.

Sobre o CDP

O CDP é uma organização global sem fins lucrativos que administra um sistema mundial de divulgação ambiental para empresas, cidades, estados e regiões. Fundado em 2000 e trabalhando com mais de 740 instituições financeiras que abrangem mais de US$ 136 trilhões em ativos, o CDP foi pioneiro no uso de mercados de capitais e compras corporativas para motivar as empresas a divulgar seus impactos ambientais, reduzir as emissões de gases de efeito estufa, gerenciar os recursos hídricos e proteger as florestas. Visite o site ou siga-nos @CDPLatinAmerica.

Sefa apreende 492 pares de tênis falsificados que tinham entre outros destinos, Parauapebas

Nesta sexta-feira (17), fiscais de receitas estaduais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), lotados na unidade de controle de mercadorias em trânsito de Conceição do Araguaia, na PA-447, km 15, sudeste do Estado, apreenderam 492 pares de tênis que estavam escondidos em um caminhão que saiu da cidade de Franca, em São Paulo, e tinha como destino várias cidades do sudeste paraense, como Parauapebas, Conceição do Araguaia, Redenção e São Félix do Xingu. A mercadoria foi avaliada em R$ 73.800,00.

“O condutor do veículo apresentou documentação fiscal de várias mercadorias, como pisos cerâmicos, porcelanatos e botas, mas um lote de sapatos chamou a atenção da fiscalização por estar com valor muito abaixo do mercado. Após a verificação da carga, foram encontrados 492 pares de tênis, que foram fotografados e enviados para o Grupo de Proteção à Marca (BPG). Por meio de laudos oficiais, o BPG confirmou que se tratava de produtos contrafeitos, ou seja, falsificados”, contou o coordenador da unidade da Sefa no Araguaia, Cicinato Oliveira.

Foi emitido um Termo de Apreensão e Depósito (TAD) no valor de R$ 19.630,80. A Polícia Civil foi comunicada do fato e foi lavrado um boletim de ocorrência.

PARAUAPEBAS: Homem foge de fiscalização, acaba atropelando casal e vai parar no xilindró

Homens da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), que faz parte da Guarda Municipal de Parauapebas (GMP), prenderam na última quinta-feira (16), um motociclista que teria fugido da ordem de parada e logo após chegou a atropelar um casal.

Segundo informações repassadas pelas autoridades policiais ao Portal Pebinha de Açúcar, o caso aconteceu no Bairro Guanabara, em uma tentativa de abordagem por parte dos agentes. O suspeito não teria obedecido a ordem e iniciado uma fuga pela Avenida Bom Jardim, sendo que em determinado momento, atropelou um casal na esquina da Rua Chico Mendes com a Mato Grosso, no Bairro da Paz.

O casal recebeu atendimento médico, já o elemento foi apresentado na delegacia para os procedimentos cabíveis.

Reportagem: Márcio Alves  |  Correspondente policial do Portal Pebinha de Açúcar

Acusado de matar e desovar corpo de jovem no Liberdade II é preso em São Paulo

Uma operação conjunta das polícias Civil do Pará e São Paulo resultou na prisão de um homem identificado nesta matéria pelas iniciais M.L.S. A operação ocorreu na última quinta-feira (16), comandada pela Delegacia de Homicídios de Parauapebas com apoio da Delegacia de Homicídios de São Paulo.

M.L é apontado como sendo o autor da morte de Gabriel Cardoso Silva, encontrado morto em novembro de 2023 no Bairro Liberdade II, em Parauapebas, sudeste do Pará. Na época, Gabriel estava desaparecido e teve o corpo encontrado por populares em uma área de mata localizada nas proximidades da Rua Mucuri.

Foto da vítima ainda em vida

Segundo informações, M.L foi preso na cidade de São José do Rio Preto, contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto. O suspeito foi apresentado na delegacia local e posteriormente será transferido para o Estado do Pará.

Reportagem: Márcio Alves  |  Correspondente policial do Portal Pebinha de Açúcar

Jogos Interescolares de Parauapebas (JIPS 2024) movimentam escolas públicas e particulares

A 24ª edição dos Jogos Interescolares de Parauapebas (JIPs) 2024, maior competição esportiva estudantil da região, foi aberta oficialmente na última quinta-feira (16) no Ginásio Poliesportivo do Bairro Beira Rio.

A competição segue até o dia 26 de maio de 2024. Com o tema “O Esporte no Fortalecimento da Cidadania e Autonomia Juvenil”, os jogos deste ano contam com as seguintes modalidades: Futsal, Voleibol, Vôlei de Areia, Handebol, Basquetebol, Tênis de Mesa e Xadrez, divididas nas categorias A (12 a 14 anos) e B (15 a 17 anos), masculino e feminino.

Após a abertura que ocorreu ontem, onde foi realizada a primeira partida dos JIPs, os demais jogos ocorrerão nos dias 18, 19, 25 e 26, nos seguintes locais: Ginásio Novo Brasil, Ginásio Poliesportivo, Complexo Esportivo – Rio Verde, Colégio Dom Bosco e nas escolas Carlos Henrique, Cecília Meireles, Chico Mendes, Dorothy Stang, Eduardo Angelim e Serafim Fernandes (estadual). A cerimônia de encerramento e premiação está prevista para ocorrer no último dia dos jogos, dia 26 de maio.

Aperte o play e confira a matéria em vídeo feita pelo repórter cinematográfico Xadrez e pelo jornalista Leonardo Chavez: 

Empresa que transforma resíduos em energia sustentável vai se instalar em Parauapebas

Foi assinado na última quinta-feira, 16, o termo de cessão de área com a Amazon Green Energy, empresa que transforma resíduos em energia sustentável.

“É mais uma empresa que está se instalando no Polo de Oportunidades. São empresas que nos procuram e têm uma atividade que pode ajudar no desenvolvimento sustentável e está totalmente dentro dos critérios daquilo que o polo se propõe. Nós estamos felizes porque estão chegando, vindo para somar, gerar empregos e para ajudar especialmente nessa questão ambiental, que é algo muito latente hoje”, afirma João Fontana, gestor da secretaria de Desenvolvimento de Parauapebas (Seden).

A empresa será instalada no Polo de Oportunidades, localizado na rodovia PA-275, próximo às Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e Universidade Estadual do Pará (Uepa).

“É com enorme prazer que estamos iniciando aqui no município de Parauapebas para implementar o nosso trabalho junto com a cidade e seus moradores. O objetivo da empresa é o lixo zero. A gente transforma todo o nosso resíduo sólido e urbano, em material e energia com derivados dela como biocombustível, alimento orgânico e créditos de carbono. O nosso objetivo é tratar totalmente o lixo produzido aqui na cidade e na região”, disse Ivaldo Cintra, diretor da empresa.

Participaram do encontro, o prefeito Darci Lermen, o secretário da Seden João Fontana, o vereador Zacarias Marques e os diretores da empresa Ivaldo Cintra e Marcos Carvalho. A ideia é melhorar qualidade de vida da população, diminuir gastos com a saúde pública e manter Parauapebas no caminho do ranking das cidades que se preocupam com a sustentabilidade e proteção de seus moradores.

Os trabalhos devem começar nas próximas semanas. A empresa deverá utilizar sua infraestrutura operacional obedecendo as normas ambientais estabelecidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Parauapebas (Semma).

Reportagem: Fábio Relvas

Deixe seu comentário