Publicidade

Vale lança o seu décimo relatório de sustentabilidade

A Vale comemora uma década de publicação de seus relatórios de sustentabilidade, que seguem as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), instituição que estabelece o padrão internacional de relatórios socioambientais corporativos. Nesta sexta-feira, 28 de abril, a Vale lança o Relatório de Sustentabilidade 2016. No documento, a empresa também faz uma retrospectiva de momentos marcantes ao longo destes dez anos.

“Com os relatórios, procuramos expor aos nossos stakeholders nossas conquistas e dificuldades, desafios e avanços, nas dimensões econômica, social e ambiental. Desta forma, prestamos contas à sociedade com o compromisso da transparência”, explica Gleuza Jesué, gerente-executiva de Meio Ambiente da Vale.


Em 2016, a Vale aplicou US$ 704,4 milhões em dispêndios socioambientais. Deste total, US$ 142,1 milhões foram direcionados à área social, em iniciativas voltadas para as comunidades com foco em atenção básica à saúde, educação, geração de trabalho e renda e proteção social. A empresa ainda aumentou em 125% o aporte em melhorias de processos e estratégias para eliminar ou reduzir a presença de agentes de risco ambiental. Estas e outras informações estão disponíveis no Relatório de Sustentabilidade 2016, no site: www.vale.com/rs2016.

Conheça outros destaques:

Social

– Alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU, foram investidos US$ 2.7 milhões em iniciativas voltadas para a saúde de empregados (próprios e terceiros) em 14 países.

– A taxa de contratação local foi de 70%.

– Foram dedicadas 3,3 milhões horas, no Brasil, à qualificação de empregados, um aumento de 4% em relação a 2015.

– A taxa de rotatividade foi de 7,2% – 1,5% menor comparado a 2015.

– A Vale destinou US$ 16 milhões à Fundação Vale, que atua na busca de avanços socioeconômicos nos territórios onde a Vale está presente por meio de ações e programas estruturantes. Conheça o Relatório de Atividades da Fundação Vale 2016, na íntegra, disponível no site: www.fundacaovale.org.

Ambiental

– Foram identificadas 1.824 espécies vegetais e 1.443 espécies animais nas áreas operacionais da Vale. Deste total, cerca de 3,1% integram a Lista Vermelha da União Internacional para Conservação
da Natureza (IUCN) e 1,4% constam de listas nacionais oficiais de espécies ameaçadas de extinção do Ministério do Meio Ambiente.

– A Vale protege 8,2 mil quilômetros quadrados de áreas naturais, representando quase cinco vezes mais que a soma das áreas de suas unidades operacionais. A iniciativa favorece o equilíbrio ambiental e a conservação dos recursos naturais e serviços ecossistêmicos.

– Foram encaminhadas 157,5 toneladas de resíduos para cooperativas de recicláveis em Minas Gerais. A ação integra o programa de destinação sustentável que valoriza o aproveitamento e procura reduzir o descarte em aterros, a partir da compostagem, reuso, rerrefino e reciclagem.

– US$ 169 milhões foi o total investido em iniciativas para o aperfeiçoamento de processos e adoção de tecnologias e sistemas de controle de emissões atmosféricas. O valor é 28% superior ao aplicado em 2015.

– Foram obtidas, no Brasil, mais de 200 licenças/autorizações ambientais que possibilitaram a expansão e a continuidade das atividades da empresa.

– 426 milhões de m3 de água foram captados pela empresa, dos quais 32 milhões de m3 foram direcionados para uso de terceiros ou devolvidos ao meio ambiente para a reposição de nascentes. Extraindo-se esse volume, a empresa captou para uso em seus processos 394 milhões de m3. O porcentual e a quantidade de água recirculada e reutilizada alcançaram, respectivamente, 80% e 1,6 bilhões de m3, quantidade equivalente a 640 mil piscinas olímpicas.

– Foram emitidas 13,3 milhões de toneladas de CO2 equivalente (tCO2e) de emissões diretas de GEE (Escopo 1*) e 1,5 milhão de tCO2e de emissões indiretas (Escopo 2**). As emissões de Escopo 1 foram reduzidas em cerca de 7% em relação a 2015, e as emissões de Escopo 2 foram reduzidas em cerca de 23% na comparação com o ano anterior.

Sobre o relatório

A Vale publica seu Relatório de Sustentabilidade sob o modelo da Global Reporting Iniciative (GRI), e adota, desde o ano passado, a versão G4, em sua integralidade, na opção Abrangente. Constam ainda no relato os indicadores do Suplemento Setorial de Mineração e Metais, assim como referência à Política de Sustentabilidade da Vale, aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e ao Pacto Global, da Organização das Nações Unidas (ONU).

O documento contempla os principais temas da empresa como Visão de Negócios, Saúde e Segurança, Desenvolvimento Local, Fortalecimento Social e Responsabilidade Ambiental.

Quer saber mais sobre o porquê da existência dos relatórios de sustentabilidade? Ouça o podcast com a Sônia Favaretto, diretora de Imprensa e Sustentabilidade da BM&FBovespa.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu