Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Prefeitura de Parauapebas firma convênio com a APAE em valor superior a R$ 300 mil

Desde o final do ano passado que mães de crianças que são atendidas pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Parauapebas (APAE), estavam temendo o fim da entidade e respectivamente dos importantes serviços ofertados pela instituição no município.

A “novela” virou inclusive tema de reportagens no Portal Pebinha de Açúcar que podem serem relembradas, clicando AQUI e AQUI, porém, na tarde desta quinta-feira (3), a Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio de sua Assessoria de Comunicação (ASCOM), divulgou uma nota que decreta o fim da “novela” que falava inclusive do encerramento de alguns serviços da APAE no município.

Confira a nota enviada ao Pebinha de Açúcar pela Prefeitura de Parauapebas:

“A Prefeitura de Parauapebas informa que o convênio com a instituição sem fins lucrativos, APAE, no valor de R$ 306.761,51, foi celebrado nessa quarta-feira, 2 de março. Agora, segue para a assinatura do prefeito Valmir Mariano.

A Prefeitura ressalta que efetivou o referido convênio, mediante o recebimento do Plano de Trabalho Anual da entidade, documentos necessários para que a Administração Municipal efetive a parceria.

O Plano de Trabalho Anual enviado pela APAE foi analisado pela Comissão interna da Prefeitura, responsável pela regulamentação dos processos de celebração, acompanhamento, fiscalização e prestação de contas de convênios, conforme a Lei Nº 13.204, de 14 de dezembro de 2015, que normatiza o repasse da Prefeitura para qualquer instituição da sociedade civil organizada”.

50 aprovados no Concurso Público da Guarda Municipal de Parauapebas são convocados

Para quem aguarda ser convocado, todo tempo parece ser longo, principalmente na atual crise que reduziu as contratações em todas as áreas, tanto na indústria, quanto no comércio e serviços em Parauapebas.

Mas a boa notícia trazida no Diário Oficial desta quarta-feira, 2, veio para 50 concursados aprovados para atuarem na GMP (Guarda Municipal de Parauapebas). Trata-se de 39 homens e 11 mulheres classificados no concurso da Guarda Municipal, aprovados do concurso Nº 01/2014; eles fazem parte dos 142 classificados que agora serão inseridos no serviço público, bastando conferir se o nome está na lista e comparecer na Secretaria Municipal de Administração, Coordenadoria de Treinamentos e Recursos Humanos (CTRH), na Sede da Prefeitura Municipal, munidos de documentos que não foram solicitados no ato da matrícula no curso de formação e demais pendências.

Os demais aprovados, no mesmo concurso, o prefeito Valmir Queiroz Mariano (PSD) disse ontem (2), em entrevista coletiva, que análises estão sendo feitas para que no momento certo sejam convocados.

Mas a caminhada dos 50 aprovados que estão prestes a serem aprovados não se resumiu em apenas passar no concurso. Desde que passaram pelo devido treinamento iniciaram uma escalada de protestos e busca de apoio de vereadores para que fossem chamados. A Câmara Municipal foi palco de sucessivos protestos onde todas as terças-feiras, no momento da sessão, eles compareciam com faixas reivindicando a inserção no serviço público e na tribuna, diversos vereadores manifestavam apoio à causa.

Agora vamos esperar para ver se os 92 que não foram convocados continuarão a maratona de reivindicações.

Reportagem: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Prefeito de Parauapebas dá nova data para convocação de concursados

“O prefeito esteve no meu gabinete para informar que vai cumprir o TAC, cujo interesse não ocorreu na data do acordado por questões administrativas e que agora, todos serão nomeados”, afirmações do Promotor de Justiça, Hélio Rubens, em coletiva concedida à imprensa após reunião com o Governo Municipal, no início da noite de ontem, 2, quarta-feira, onde tratava do assunto que veio à tona nos últimos dias.

Trata-se do descumprimento da data acordada no TAC (Termo de Ajuste de Conduta) em que deveria chamar os 219 concursados em diversas áreas para assumirem seus respectivos cargos em que foram aprovados no Concurso Público em 2014. De acordo com o reafirmado na reunião, até o fim da próxima semana, pelo dia 11, todos serão chamados e empossados. “Não acredito que o governo venha a público para declarar que tem interesse em dar posse às pessoas e de novo descumprir. Não creio nesta possibilidade”, afirmou o promotor.

Na mesma coletiva de imprensa, o Prefeito Valmir Queiroz Mariano (PSD), afirmou com todas as palavras: “Todos serão nomeados nos próximos dias”, acrescentando ainda que este foi o Governo que mais deu oportunidade para pessoas serem efetivadas através de concurso público, oferecendo mais de 1.800 vagas, das quais 75% já foram preenchidas.

Sobre o descumprimento do TAC ele justiça como “problemas administrativos” e que agora segue o curso normal e tudo está sendo tratado com a devida lisura. E diz esperar que os novos servidores públicos tragam resultados à altura para a boa prestação do serviço público. Ele lembra que está cumprindo com a Lei, mesmo sabendo que os servidores concursados estão entrando sorrindo e os comissionados saem chorando.

Ainda quanto ao descumprimento da data, 29 de fevereiro, Valmir Mariano diz não ver como um atraso significativo e reafirmou ser ajustes administrativos.
Porém, não estão inclusos neste número os agentes de segurança da Guarda Municipal; sobre estes, o prefeito diz que análises estão sendo feitas para que no momento certo sejam convocados.

Reportagem: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Confira as vagas de emprego ofertadas nesta quinta-feira (3) no SINE Parauapebas

Confira as vagas ofertadas pelo Sistema Nacional de Emprego de Parauapebas (SINE):

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

MASCULINO

VAQUEIRO

MASCULINO 
COM EXPERIÊNCIA DOMÉSTICA/ BABA

FEMININO

ENCARREGADO DE HORTIFRÚTI

MASCULINO 
COM EXPERIÊNCIAREPOSITOR DE HORTIFRÚTI
MASCULINO 
COM EXPERIÊNCIA
O SINE Parauapebas fica localizado na Rua “11” – Bairro Cidade Nova

150 jovens e adultos conquistam nova profissão com Pronatec em Canaã

Um total de 150 jovens e adultos foi formado para o exercício de sua mais nova profissão: soldadores e eletricistas industriais. A formação profissional foi assegurada pela parceria entre Vale, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e do Ministério da Educação (MEC). A solenidade de formatura foi realizada na última terça-feira, 1º de março, no Senai, em Canaã dos Carajás.

Esta é uma das turmas formadas de um total de 650 jovens bolsistas do Pronatec no município. As áreas de formação foram indicadas ao Pronatec pela Vale, de acordo com a demanda por mão de obra identificada na região. “Nosso objetivo é contribuir para o município de Canaã dos Carajas, desta vez, apoiando o aumento do potencial da empregabilidade da população na região”, destaca o diretor de Operação do S11D, Josimar Pires.

Para o represente do MEC no evento, Secretário de Educação Profissional e Tecnológica Adjunto, Carlos Carvalho de Arêas, a formação em Canaã é uma ação típica de sucesso do Pronatec. “Aqui em Canaã, a ação envolveu uma empresa bem estruturada, o MDIC como articulador demandante do programa, fazendo a interação com o MEC, e um ofertante forte no país, que é o Senai, o que traz esta virtude de chegar a todas as regiões para o atendimento às perspectivas de mercado”, declarou.

Para Lucas Medeiros, de apenas 16 anos, a oportunidade do curso foi uma realização. “Tenho a sensação agora de um objetivo conquistado, consegui me qualificar, buscar uma profissão e adquirir mais conhecimento. Esse foi um convênio que ajudou muito a todos os jovens de Canaã”.

WhatsApp pode voltar a ser bloqueado no Brasil

A polícia vem solicitando a quebra de sigilo do WhatsApp, para fornecer informações sobre o caso, desde julho de 2015. A empresa já foi notificada e multada pelo descumprimento e, em dezembro de 2015, o Ministério Público ordenou o bloqueio dos serviços no país por 48h.

Fornecimento de informações

Segundo a rádio, um representante do WhatsApp justificou a falta de cooperação da empresa argumentando que, como os dados trocados pelo aplicativo são criptografados, o WhatsApp não teria como fornecer as informações solicitadas pelos investigadores.

Para Barbeiro, no entanto, essa justificativa não é plausível. Ele argumentou que quando um usuário recebe uma mensagem e não a abre, ela fica armazenada no sistema – isso provaria que o WhatsApp possui dispositivos de armazenamento.

Sobre a justificativa da empresa, Barbeiro disse que a considera “completamente improvável. O que eu acredito, sim, é que existem razões comerciais para que ela [o WhatsApp] mantenha essa resistência”. O delegado disse também que os representantes da empresa no Brasil também poderão ser responsabilizados criminalmente caso o WhatsApp não coopere.

Questão global

O assunto foi discutido em uma audiência pública realizada pela CPI dos Crimes Digitais ontem – coincidentemente, no mesmo dia em que Diego Dzodan, vice-presidente do facebook na América Latina, foi preso por um motivo semelhante ao que levou à suspensão do WhatsApp no ano passado. Embora Dzodan já tenha sido solto, o Facebook também pode vir a ser bloqueado caso não coopere.

Não é apenas no Brasil que situações como essa acontecem. A Apple, por exemplo, passa por uma situação semelhante nos Estados Unidos, cujo Departamento de Justiça ordenou que a empresa criasse uma maneira de burlar a segurança de seus iPhones para auxiliar em uma investigação. A empresa se negou a cooperar.

Reportagem: ORM News

Deixe seu comentário