Publicidade

Mulher mata rapaz “enxerido” e servidor público é executado a facadas

Até o fechamento desta matéria, a polícia ainda não tinha identificado e colocado atrás das grades uma mulher acusada de ter matado Paulo Robson Pereira dos Santos, 30 anos, na madrugada do último domingo (13), no Bairro Novo Brasil, em Parauapebas.

De acordo com o que apurou a reportagem junto a populares e à polícia, Paulo Robson dirigia um automóvel modelo Celta, cor prata, fazendo “cavalo de pau” e com isto incomodando moradores do bairro horas antes de morrer.


Segundo relato de uma testemunha, que pediu para não ser identificada, o motorista do veículo teria assediado a mulher com certa insistência e ela, já não suportando mais a atitude do rapaz, jogou tijolos e pedras no carro dele, estilhaçando o para-brisa, o que fez com que ele parasse o Celta.

Nesse momento, a mulher aproveitou para aplicar duas facadas em Robson, uma nas costas e a outra no peito, e deixou o local de carona toda ensanguentada.

Outro homicídio
Já o servidor público municipal Emanuel Souza Mesquita, de 22 anos, foi assassinado a facadas por volta das 20 horas de sábado (12), em um bar localizado no Bairro Nova Vitória, em Parauapebas.

Ouvida pela reportagem, uma testemunha revelou que dois homens chegaram ao bar, pediram uma cerveja e passaram a jogar bilhar. Em dado momento, a dupla cumprimentou Emanuel Mesquita, que se encontrava sentado numa cadeira, com aperto de mão, e saiu para os fundos do estabelecimento.

Minutos depois, os dois homens desconhecidos retornaram do quintal. Um deles, à traição, imobilizou um dos braços da vítima, enquanto o outro aplicou uma certeira facada no pescoço, e ambos fugiram, a pé, em direção ao centro da cidade.

Reportagem: Vela Preta / Waldyr Silva

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu