Publicidade

Triângulo amoroso pode ter levado mototaxista a tirar a vida de outro

Na tarde desta sexta-feira (20) foi assassinado, a facadas, o mototaxista Gilmar Martins Gomes de Sousa, de 35 anos, na estrada de chão que dá acesso à Praça da Bíblia, no Bairro Jardim Canadá, em Parauapebas.

O homicídio, ocorrido por volta das 16 horas, foi registrado junto à Polícia Civil pela esposa da vítima, Marciana da Silva, a qual informou que recebeu a notícia de que o corpo do marido havia sido encontrado com um grande corte no pescoço.
Ela disse, ainda, desconhecer o motivo do crime e informou que, inclusive, a moto com a qual ele trabalhava foi encontrada próximo do corpo. Ela disse ainda que não sabia sobre ameaças de morte que porventura a vítima tivesse recebendo, que tivesse envolvimento com tráfico de drogas, briga com alguém, relacionamento extra-conjugal ou dívidas. No entanto, colegas de profissão da vítima contaram que ele estava saindo com a mulher de outro mototaxista e que este o havia esfaqueado e seguido, logo depois, para a zona rural, prometendo matar também sua esposa.

Saraiva publicidade

Até o fechamento desta matéria o nome do acusado não foi revelado à imprensa, mas uma equipe da Polícia Civil, liderada pelo delegado Thiago Carneiro, saiu em direção ao local indicado pelos mototaxistas, a fim de averiguar a denúncia.

Reportagem: Luciana Marschall, com informações de Ronaldo Modesto
Foto: Ronaldo Modesto

 

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu